Tags: Obrigações | Ações | Europa | EUA |

Zona Euro volta a ser o epicentro das atenções esta semana


Inevitavelmente a primeira semana de setembro pode apelidar-se de uma “surpresa” para os mercados, com algumas das medidas anunciadas por Mario Draghi a apanharem desprevenidos a maioria dos investidores. A segunda semana do mês, inicia-se esta segunda-feira com novidades para o Japão. No país sabem-se informações sobre o PIB no segundo trimestre do ano, sendo revelados também dados sobre a balança comercial em julho. Em Portugal, por outro lado, sabem-se informações também sobre o saldo da balança comercial em julho e dados do PIB no segundo trimestre de 2014.

Terça-feira, dia 9 de setembro, destaca-se os dados referentes à economia inglesa: o Reino Unido revela informações sobre a produção industrial, a balança comercial, e a produção de manufactura em julho. Em França são dadas a conhecer informações sobre as importações e exportações em junho.

A meio da semana, quarta-feira, dia 10 de setembro, no nosso país é evidenciado o índice de preços no produtor em agosto, enquanto no Reino Unido o foco vai ser o lançamento do relatório sobre a inflação emitido pelo Treasury Committe.

Quinta-feira, dia 11, os investidores vão estar atentos à Zona Euro, já que o BCE lança o seu relatório mensal onde analisa a situação económica da região. Nos EUA a Coca-Cola distribui dividendos, enquanto a Espanha revela o índice de preços imobiliários do segundo trimestre do ano.

A fechar a semana, sexta-feira, 12 de setembro, a Zona Euro volta a reunir atenções. Para este dia está agendada uma reunião do Ecofin, em Itália. Sabem-se ainda dados referentes à produção industrial em julho, no velho continente. Nos EUA é dia do país conhecer os números das vendas a retalho em agosto.

Nos leilões da dívida, segunda-feira a Alemanha e a França vão aos mercados financiar-se, enquanto terça-feira é a vez da Itália e novamente da Alemanha. Dia 10, quarta-feira, apenas a economia italiana tem leilão marcado.

Notícias relacionadas