Vinte fundos portugueses vêm o seu rating melhorado nos últimos seis meses


O ‘rating’ Morningstar mede a rendibilidade ajustada ao risco de um determinado fundo relativamente à sua categoria. Comparando a notação atribuída aos fundos portugueses em Outubro do ano passado e Março deste ano, verifica-se que a Morningstar revisou a notação de 36 fundos, dos quais 20 sofreram um ‘upgrade’ e os restantes um ‘downgrade’ de um nível. A entidade refere que a atribuição das estrelas verifica-se “em função dos critérios de rendibilidade dos últimos 36 meses ou 3 anos, estando os fundos classificados da seguinte forma: os primeiros 10% recebem 5 estrelas, os 22,5% seguintes recebem 4 estrelas, os 35% seguintes recebem 3 estrelas, os 22,5% recebem 2 estrelas e os últimos 10% recebem uma estrela”.

Na categoria dos fundos de obrigações, verificou-se um empate entre os que melhoraram a sua notação e os que perderam. Assim, o Barclays Obrigações Taxa Variável, o E.S. Renda Mensal e o Popular Tesouraria passaram a ter quatro estrelas, o E.S. Capitalização subiu de uma para três estrelas e os fundos Montepio Obrigações e Montepio Taxa Fixa têm, igualmente, três estrelas. Classificados como fundos de mercado monetário, o CA Raíz Tesouraria e o Caixagest Liquidez viram o seu Morningstar ‘rating’ melhorado para três e quatro estrelas, respectivamente.

Nos fundos de acções, destaca-se o BPI Ibéria que, em Outubro, não apresentava esta notação e, em Março, apresenta o mais elevado atribuído pela Morningstar – cinco estrelas. Igualmente, o BPI Euro Grandes Capitalizações passa para o nível seguinte, três estrelas, comparativamente à posição há seis meses atrás. O Montepio Capital recebe três estrelas e o Santander Acções Portugal é distinguido, no mês passado, com quatro estrelas. Também, o Santander PPA passa de duas para três estrelas no período analisado.

Por último, nos fundos definidos como de alocação, o grande destaque é do Invest AR PPR, líder em rendibilidades a um ano, em Janeiro, que apresenta o melhor ‘rating’ da Morningstar. Seguem-se o Optimize Investimento Activo que vê o seu ‘rating’ melhorado de duas para quatro estrelas, o Millennium Prestige Valorização que evolui para três estrelas e o Millennium Gestão Dinâmica para quatro. Dentro desta categoria, salienta-se o MNF Valor que recebe uma estrela, sendo que em Outubro não tinha notação.

Os outros dois fundos desta categoria cujo ‘rating’ sofreu um ‘upgrade’ foram o E.S. Estratégia Activa II, que apresenta quatro estrelas, e o E.S. Plano Dinâmico que passa a ter duas estrelas.

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido