Tags: Obrigações | Ações |

Valor sob gestão dos fundos imobiliários desce em Março


O valor sob gestão dos fundos de investimento imobiliário (FII), fundos especiais de investimento imobiliário (FEII) e fundos de gestão de património imobiliário (Fungepi) situou-se em 12,12 mil milhões de euros no final de Março, um decréscimo de 0,7% face ao mês anterior.

A contribuir para esta descida estiveram sobretudo os fundos harmonizados, com o montante gerido a registar uma descida mensal de 1,1%, para 8,64 mil milhões de euros. Em sentido oposto, o montante sob gestão dos fundos especiais cresceu 0,8% relativamente a Fevereiro, para 2,74 mil milhões de euros, de acordo com o relatório mensal divulgado pela CMVM.

No mês passado foram liquidados dois fundos, o Homeland, fundo especial fechado gerido pela BPN Imofundos, e o Multipark, fundo de investimento fechado geridop pela Imorendimento.

Quanto aos fundos de gestão de património imobiliário, o valor gerido era de 246,7 milhões de euros, inferior em 0,4% ao verificado em Fevereiro.

No total,  no final de Março, havia 255 fundos imobiliários, sendo 145 harmonizados, 107 especiais e três de gestão de património.

O Fundimo, gerido pela Fundger, é o fundo com maior montante sob gestão do mercado, 880,6 milhões de euros, menos 0,7% comparativamente com o valor de Fevereiro.

Por sociedades gestoras, a Fundger, com uma quota de mercado de 12,9% (26 fundos), é a líder, seguindo-se a Imofundos, com uma quota de 10,5% (47 fundos) e a ESAF, com uma quota de mercado de 8,6% (29 fundos). 

Notícias relacionadas

O Mais Lido