Valor sob gestão dos fundos estrangeiros em máximo de Junho de 2011


O valor sob gestão dos fundos estrangeiros comercializados em Portugal ascendeu a 698,8 milhões de euros no último trimestre do ano passado, o que representa o valor mais elevado desde Junho de 2011, quando foi de 792,5 milhões de euros, segundo os dados sobre gestão de activos divulgados pela CMVM.

De referir que então o número de organismos de investimento colectivo em valores mobiliários (OICVM) estrangeiros era de 78, enquanto em Dezembro de 2012 se situava em 69.

O montante gerido no final do ano passado representa o segundo crescimento trimestral consecutivo e um aumento face aos três meses anteriores de 6,1% (quando o número de OICVM era de 70) e de 25% comparativamente com o período homólogo de 2011 (69 OICVM comercializados).

O Banco Best é o que comercializa maior número de organismos de investimento colectivo estrangeiros (56) e detém a quota de mercado mais elevada, 37,6%, o que corresponde a um valor de 262,9 milhões de euros. Seguem-se, por percentagem de quota de mercado, o ActivoBank, com 12,8% (89,3 milhões de euros) – e 31 OICVM - e o BCP, com 12,4% (86,4 milhões de euros, em 15 OICVM), no final do último trimestre do ano passado.

O Banco BIG terminou 2012 no sexto lugar da tabela, com uma quota de mercado de 7,5%, correspondente a 52,4 milhões de euros (18 OICVM).

Empresas