Valor negociado em operações day-trading aumenta 24,5% no segundo trimestre do ano


No relatório da Comissão de Mercados de Valores Mobiliários (CMVM) relativo ao segundo trimestre do ano, a entidade de supervisão propôs-se a analisar as operações de day-trading realizadas no período em análise. O valor total negociado em day-trading na Euronext Lisbon registou um crescimento de 24,5% face aos três meses anteriores, o que representa 305,4 milhões de euros. Algo que, em termos médios, representa um aumento de 36,3% do valor negociado por intermediário financeiro (IF).

1

No período em análise, 94,8% do valor negociado em day-trading veio de investidores não institucionais, sendo que apenas 5,2% foi feito por institucionais (excluindo carteira própria dos IF’s).

Relativamente aos investidores residentes, estes efetuaram no trimestre 92,8% do valor de day-trading, o que corresponde a 274,5 milhões de euros e a um crescimento de 46,5% face ao período homólogo. Sendo que 91% desses investidores são clientes não institucionais. Quanto aos investidores não residentes, esses representam 7,2% do total (excluindo carteira própria dos IF’s), uma diminuição de 30,4% face ao segundo trimestre do ano anterior.

4

As operações de gestão de ativos e seguros e fundos de pensões registaram variações negativas, seja em investidores residentes, seja em não residentes. No entanto, nos residentes, essas diminuições foram superiores.

No que diz respeito às operações efetuadas através de instituições de crédito, no segundo trimestre de 2017 foram movidos 294,7 milhões de euros, uma subida de 39,3% face ao período homólogo e de 25,0% face ao trimestre anterior. Quanto às empresas de investimento, os valores são mais baixos, registando 10,7 milhões de euros para 19,4 milhões no trimestre homólogo, o que representou uma diminuição de 44,6%, mas uma melhoria de 10,7% face ao trimestre anterior.

2

 

O Mais Lido