Valor gerido pelos fundos imobiliários recua pelo segundo mês consecutivo


 

O valor sob gestão dos fundos de investimento imobiliário situou-se em 11,38 mil milhões de euros, no final de Março, o que representa um decréscimo de 0,6% face a Fevereiro, de acordo com a estatística mensal divulgada pela APFIPP.

Comparativamente com o final do ano passado, este montante corresponde a uma descida de 0,5%, e com o mesmo mês de 2012 um aumento de 0,1%. Em Fevereiro, o valor tinha recuado 0,1% face a Janeiro.

Em Março foram liquidados dois fundos de investimento imobiliário (FII) fechados, concretamente, Homeland e Multipark, tendo o número de fundos em actividade descida para 253, dado que, durante o mês, não foi lançado qualquer fundo.

Entre as seis categorias de fundos, cinco apresentaram uma variação mensal negativa nos montantes sob gestão:  o dos fundos fechados recuou 0,8% para 6,3 mil milhões de euros, o dos fundos abertos de acumulação 0,5% para 2,29 mil milhões de euros, o dos fundos abertos de rendimento 0,4% para 2,09 mil milhões de euros, o dos FIIAH 0,1% para 589 milhões de euros e o dos fundos florestais 1,6% para 50,5 milhões de euros.

A única categoria que cresceu em Março, face a Fevereiro, foi a de fundos de reabilitação, com um aumento do volume gerido de 0,9% para 63,4 milhões de euros. Esta é também a única categoria que regista um aumento desde início do ano, em concreto de 1,6%, mostra a estatística mensal divulgada pela APFIPP.

Entre as sociedades gestoras, a que teve maior descida em Março foi a Norfin, com o volume gerido a recuar 7,5% (ou 52 ,6 milhões de euros) em termos mensais, para 648,4 milhões de euros. Em sentido contrário surge a BPN Imofundos, com o maior crescimento mensal, de 5,5% (ou 32,2 milhões de euros). Esta gestora é também a que mais sobe desde início do ano, em valores absolutos, 31,8 milhões de euros (ou 5,4%), enquanto em termos percentuais o maior aumento pertence à MNF Gestão de Activos, com 22,1% (ou 9,9 milhões de euros), de acordo com o mesmo documento.

A Fundger lidera com uma quota de mercado de 12,9%, correspondente a um volume gerido de 1,47 mil milhões de euros.

Empresas

Notícias relacionadas