Tags: Negócio |

Valor gerido pela BPI Gestão de Activos cai 19% no semestre


Apesar da descida relativamente a Junho de 2011, quando os activos sob gestão totalizavam 2,37 mil milhões, aquele montante corresponde  a uma ligeira subida face a Dezembro de 2011 (1.917 milhões de euros), de acordo com o relatório e contas dos primeiros seis meses deste ano.

Entre os quatro segmentos, o de obrigações e tesouraria foi o único a aumentar os activos sob gestão, com uma subida homóloga de 10%, para 538 milhões de euros. "Salienta-se o crescimento de 86%, entre Junho de 2011 e Junho de 2012, do FEI BPI Monterário Curto Prazo, que atingiu nesta data um total de 212 milhões de euros sob gestão".

O banco refere que "as elevadas remunerações esperadas que têm sido possíveis encontrar nos mercados de dívida, decorrentes dos preços deprimidos, provocaram um crescimento da procura por estes títulos, tendência que foi acompanhada pela BPI Gestão de Activos". Nesse sentido, durante o primeiro semestre foram lançados dois novos produtos - FEI BPI Obrigações Portuguesas I e II -,  "dirigidos a clientes de centros de investimento e 'private banking' do BPI".

Nos restantes três segmentos, o valor das carteiras de produtos de eficiência fiscal diminuiu 18%, para 713 milhões, "penalizado por importantes movimentos de resgate de PPR em todo o período", o que foi "uma tendência comum a todo o mercado"; o de valorização (acções) desceu 32% para 376 milhões de euros; e o diversificação teve a maior descida, de 38%, para 290 milhões de euros.
         

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas