Valor aplicado pelos fundos em dívida pública estrangeira cresce 27%


O valor das aplicações dos fundos mobiliários em dívida pública estrangeira aumentou 27,2% em Dezembro face ao mês anterior, para 728 milhões de euros, representando o maior crescimento mensal por tipo de activos, de acordo com a estatística mensal divulgada ontem pela CMVM.

Por países, os montante mais elevados estão aplicados em dívida pública de Espanha (211,4 milhões de euros), que teve uma subida mensal de 79,5%, de Alemanha (158,5 milhões) com um aumento face a Novembro de 27%, e de Itália (141,6 milhões), o que corresponde a uma subida de 27% relativamente ao mês anterior.

Portugal continua a ser o país onde os fundos têm aplicado maior montante em dívida pública, 380,8 milhões de euros, e o qual teve um crescimento mensal de 2,4%, revela a referida estatística de Dezembro.

No caso das obrigações,  as de emitentes estrangeiros continuam a ser o activo com maior peso nas carteiras dos fundos harmonizados e dos especiais de investimento (29,5%), com um total de 3,63 mil milhões de euros e uma variação mensal negativa de 4,4%. 

Nas obrigações de empresas nacionais, a queda mensal foi superior, de 12,4%, para 664,9 milhões de euros, de acordo com a estatística mensal de Dezembro, dos fundos de investimento mobiliário, divulgada pela CMVM.

Notícias relacionadas

O Mais Lido