Tags: Alternativos |

Unidades de Participação na carteira dos fundos imobiliários mantiveram-se praticamente inalteradas em janeiro


A CMVM revelou os dados relativos ao mês de janeiro, no que diz respeito ao segmento de fundos imobiliários. Segundo o regulador, "o valor sob gestão dos fundos de investimento imobiliário (FII), dos fundos especiais de investimento imobiliário (FEII) e dos fundos de gestão de património imobiliário (FUNGEPI) situou-se em 10.556,8 milhões de euros, mais 28,1 milhões (0,27%) do que em dezembro do ano passado". Na mesma publicação do regulador, é possível ver que o "montante investido subiu nos fundos de investimento imobiliário, 0,5% para 7.615,9 milhões de euros, enquanto nos FEII e nos FUNGEPI recuou, respetivamente, 0,3% para 2.438,9 milhões e 0,1% para 510,0 milhões".

Investimento noutros fundos decresceu nos fundos abertos

Embora seja uma descida muito residual, o montante investido noutros fundos de investimento pelos fundos imobiliários caiu em janeiro, face ao mês anterior. Em termos totais, o montante aplicado passou de 75,3 milhões para 72,2 milhões, o que em termos percentuais representa uma quebra de 0,12%.

Dividindo as rubricas, o montante aplicado decresceu apenas nos fundos abertos. Os dados da CMVM mostram que a descida nos FII+FEII foi de 0,7% para 3,2 milhões de euros, e nos FUNGEPI o decréscimo foi de 0,1% para 19,3 milhões de euros. Já nos fundos fechados o comportamente foi contrário, com o rubrica a crescer 0,2% para quase 53 milhões de euros.

O gráfico seguinte mostra a evolução de dezembro para janeiro nesta rubrica.

UP_Imobs_jan17

Fonte: CMVM

Notícias relacionadas

O Mais Lido