Tags: Alternativos |

Unidades de Participação na carteira dos fundos imobiliários cresceram em outubro


A CMVM revelou os dados relativos ao mês de outubro, no que diz respeito ao segmento imobiliário nacional. De acordo com o regulador, o valor sob gestão no segmento imobiliário ascendia a 10.537,9 milhões de euros, menos 24,3 milhões de euros (0,23%) do que no mês anterior. Realce-se o facto da CMVM dividir o segmento imobiliário em fundos de investimento imobiliário (FII), em fundos especiais de investimento imobiliário (FEII) e ainda em fundos de gestão de património imobiliário (FUNGEPI), com apenas os primeiros a mostrarem crescimento em outubro, no caso, mais de 0,1% para um total de 7.556 milhões de euros.

Investimento noutros fundos cresceu

Uma das rubricas que faz parte da carteiras dos fundos imobiliários é aquela onde se vê qual o investimento que estes produtos fazem noutros semelhantes. Face ao mês anterior, esta rubrica cresceu em todos os tipos de produtos. No caso dos FII+FEII o crescimento da rubrica foi de 0,4% para um total de 3,1 milhões de euros, tendo sido aqui registado o maior crescimento percentual. Já nos FUNGEPI, o aumento foi de 0,1% para mais de 19,2 milhões de euros; enquanto que nos fundos fechados o incremento foi de 0,1% para mais de 56,2 milhões de euros.

Em termos totais, o investimento em unidades de participação em outros fundos é de 75,58 milhões de euros, o que representa 0,74% do total da carteira.

Investimento em UPs nos fundos imobiliários

UP_imobiliarios

Fonte: CMVM no final de outubro. Em milhões de euros.

O Mais Lido