Tags: Ações |

Uma estratégia de ações cimenta a quota de mercado destacada da gestora líder no mercado nacional


Segundos dados disponibilizados pela Morningstar Direct, os fundos mobiliários nacionais agregavam um património em fundos de ações de 1,39 mil milhões de euros no final de janeiro de 2019. Este valor reflete um crescimento de 13% no período em análise, mas esse crescimento não foi distribuído equitativamente entre as sociedades gestoras nacionais.

De facto, a Caixagest, a maior gestora de fundos mobiliários nacional, foi aquela que mais contribuiu para esta variação com um crescimento dos ativos em fundos de ações de 36%, maioritariamente concentrado no seu maior fundo desta classe, o Blockbuster e Consistente Funds People, Caixagest Ações líderes Globais.  Este crescimento proporcionou uma quota de mercado à Caixagest neste segmento de produtos de 61,8%, o que representa um ganho de 16,4 pontos percentuais. A entidade apresenta-se assim como a líder de mercado destacada em fundos de ações, posição que ocupa também no segmento de fundos monetários e tesouraria, mas que perde para a BPI Gestão de Activos nos fundos de obrigações e para a Santander Asset Management, nos fundos mistos.

Neste segmento, a Caixagest ainda se destaca mais da segunda entidade deste ranking, a Santander AM, muito embora esta última tenha também apresentado um crescimento da quota de mercado no período, que fechou janeiro de 2019 nos 19,4%.

Todas as restantes entidades gestoras viram a sua posição diluída no período em análise, tendo visto também os seus ativos em fundos de ações a recuar em termos absolutos.

Captura_de_ecra__2019-04-18__a_s_15

Empresas

Notícias relacionadas