Uma estratégia a longo prazo e posições activas controladas


 

Lançado há 21 anos, o objectivo do fundo é atingir uma revalorização do capital a longo prazo. Com um volume total de 1.780,5 milhões de dólares sob gestão, o fundo alcançou uma rendibilidade de 5,18% desde o seu lançamento.

O processo de investimento é definido pelo índice MSCI EM Latin America embora não seja restricto, pois a equipa de gestão, liderada por Luis Carrillo e Sophie Bosch, controla as posições activas.

É adoptado um processo de selecção de valores com um enfoque macro, tratando-se, assim, de uma "carteira de convicção", formada por entre 55 a 65 posições escolhidas sem considerar aspectos como a capitalização do mercado.

As geografias com maior peso na carteira do fundo são Brasil, com quase 60% do volume total, e México com mais de 20%. O risco liquidez é tido em conta aquando do processo de selecção e revisto após total entendimento do modelo de gestão das empresas em que investem. Para isto fazem visitas às mesmas.

Entre as dez principais posições em carteira estão financeiras (25,8%) como o Itau Unibanco (7,7%), Bradesco (6,2%), Credicorp (3,8%) ou Grupo Financiero Banorte (2,8%) e o sector dos bens de consumo (básico ou discricional) com uma percentagem de investimento de 11%.

Empresas

Notícias relacionadas