Tags: Obrigações | Ações |

Troika aprova tranche 2,5 mil milhões de euros para Portugal


 

 

O ministro das Finanças, Vítor Gaspar, anunciou ontem que o sexto exame regular da Troika ao programa de ajustamento foi concluído “com sucesso”, tendo a equipa conjunta de BCE, FMI e Comissão Europeia aprovado a próxima tranche, de 2,5 mil milhões de euros, que deverá ser paga logo no início do próximo ano,

Em conferencia de imprensa, o ministro adiantou que está previsto que, no segundo semestre de 2013, “ se inicie a recuperação da actividade económica”, alertando contudo para os riscos e incertezas relacionados, nomeadamente, com a evolução da área do euro e em concreto de Espanha. O ajustamento externo "deverá continuar a progredir como previsto”, sublinhou, acrescentando que “Portugal vai ter capacidade de financiamento externo em 2013”.

Vítor Gaspar destacou que o sétimo exame regular da Troika “é um marco importante no processo de ajustamento” e que “terá de ser preparado através de um processo aberto e mobilizador da sociedade portuguesa”. É preciso decidir, afirmou, “qual o modelo de Estado que queremos e como o podemos financiar de forma sustentada”.

Durante a intervenção, o ministro das Finanças destacou a importância das reformas em curso no âmbito do processo orçamental, assim como a necessidade de “repensar as funções do Estado” no sentido de garantir “a s sustentabilidade do Estado Social”.

Salientando que o “financiamento das empresas é uma questão prioritária”, afirmou que o Governo continua “a promover a diversificação das fontes de financiamento” dando como exemplos, entre outros, a emissão conjunta de instrumentos de dívida pelas PME.