Tags: Alternativos |

Transportes e construção foram principais destinos do investimento


Os primeiros três meses deste ano trouxeram alterações nos principais destinos dos investimento da actividade de capital de risco em Portugal, de acordo com os dados preliminares divulgados pela associação europeia do sector.

Entre Janeiro e Abril foram investidos um total de 19,4 milhões de euros, sendo que desse montante cerca de metade foi direcionado a dois sectores, em dois negócios em cada um. Os números da EVCA mostram que foram aplicados seis milhões de euros no sector dos transportes, valor mais elevado desde o último trimestre de 2010, enquanto no da construção o investimento ascendeu a 3,2 milhões de euros, valor mais elevado desde o primeiro trimestre de 2008.

Analisando os registos históricos da associação surgem montantes investidos em transportes no segundo trimestre de 2012 (4,3 milhões), no segundo trimestre de 2011 (3,47 milhões) e no quarto trimestre de 2010, sendo que neste o valor, de 29,9 milhões de euros, foi o segundo mais elevado no referido período e o mais elevado.

No caso do sector da construção, em termos históricos, aparecem investimentos no terceiro trimestre (450 mil euros) e no primeiro trimestre (593 mil euros) de 2012, no terceiro trimestre de 2011 (2,0 milhões) e depois só no quarto trimestre de 2008 (1,29 milhões) e no primeiro trimestre desse mesmo ano (7,47 milhões de euros).

Relativamente aos últimos trimestres, nomeadamente aos quatro do ano passado, os maiores montantes investidos pelo capital de risco português foram sobretudo nos sectores de bens de consumo e retalho, negócios e produtos industriais e imobiliário, de acordo com a estatística divulgada pela associação europeia.

Notícias relacionadas