Taxa de poupança recua para mínimo desde Janeiro


 

A taxa de poupança dos portugueses diminuiu em Outubro, recuando para o nível mais baixo o primeiro mês do ano, de acordo com o mais recente indicador APFIPP/Universidade Católica.

Este barómetro desceu para 114,1 em Outubro, de 116,4 em Setembro, “o valor mais baixo em 2012 a seguir ao de Janeiro”, embora, ainda assim, sugerindo “que a poupança em percentagem do PIB se encontra significativamente acima da sua média de longo prazo (a média do indicador desde Dezembro de 2000 é 96,3)”, é salientado no mesmo documento.

É ainda referido que, nos últimos dois meses, o inquérito da Comissão Europeia às famílias “revela uma redução na expectativa de capacidade de poupança, o que se reflecte numa diminuição da poupança actual”.

Até agora, o mês em que o indicador de poupança APFIPP/Universidade Católica atingiu o valor mais elevado foi Julho (120,3), de acordo com a nota mensal divulgada em Novembro.

Notícias relacionadas