Tags: Gestores | Pensões | Ações |

Taxa de poupança cai pelo quarto mês consecutivo


 

O indicador de poupança APFIPP/Universidade Católica recuou em Novembro pelo quarto mês consecutivo, situando-se em 114,6, o que compara com 115,1 em Outubro, de acordo com o comunicado divulgado ontem.

Este indicador está em sentido decrescente desde Julho, quando atingiu o nível mais elevado, em 121,1.

A justificar a quebra que tem vindo a verificar-se poderá estar a evolução da bolsa portuguesa. “Em Novembro, o PSI Geral registou uma taxa de crescimento que já não ocorria desde finais de 2009”, destaca o comunicado, sublinhando que “o PSI tem subido desde Setembro e a valorização destes activos pode reflectir-se numa menor vontade de poupar”.

Apesar da descida, o valor do mês passado sugere, ainda assim, “que a poupança em percentagem do PIB se encontra significativamente acima da sua média de longo prazo (a média do indicador desde Dezembro de 2000 é 98,6)”, é referido na mesma nota.

Notícias relacionadas

O Mais Lido