Tags: Obrigações |

Captações líquidas: só quatro fundos de obrigações obtiveram um saldo positivo em outubro


Depois de termos analisado o contexto de subscrições líquidas dos fundos multiativos – que terminaram o mês de outubro com um saldo global positivo – é tempo de olharmos para a categoria de fundos de obrigações. Terão encerrado o mês igualmente em terreno positivo?

Olhando para o saldo global entre subscrições e resgates percebemos que o mesmo não se verificou. De facto, a categoria fixed income obteve um saldo negativo de cerca de 42,18 milhões de euros, sendo que apenas quatro produtos foram capazes de alcançar um saldo positivo. Não obstante, um dos fundos desta categoria ultrapassou os 30 milhões de euros em subscrições líquidas – tendo, inclusive, sido o fundo que mais captou a nível global.

Falamos, portanto, do BPI Liquidez, que, atualmente, gere um património de 612,52 milhões de euros e cujo saldo entre subscrições ascendeu a cerca de 39,20 milhões de euros no mês de outubro. Imediatamente a seguir encontramos um fundo gerido pela GNB Gestão de Ativos que conta com um volume de ativos sob gestão superior a 59 milhões de euros e que tem constado várias vezes na lista de mais rentáveis da sua categoria. Trata-se do NB Obrigações Europa, produto gerido por Vasco Teles, que obteve um saldo entre subscrições e resgates de cerca de 1,51 milhões de euros.

Analisados os dois únicos produtos capazes de registar um saldo entre subscrições e resgates na casa dos milhões de euros durante o décimo mês do ano, nota para os restantes produtos com saldo positivo, o EuroBic Tesouraria e o NB Rendimento Plus (um fundo que ostenta o selo Consistente Funds People), cujos saldos ascenderam a 437 mil euros e 40,7 mil euros, respetivamente.

Fundos de obrigações com saldo positivo em outubro

Captura_de_ecra__2018-12-07__a_s_16

Fonte: Morningstar Direct, outubro de 2018

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido

Próximos eventos