Tags: Negócio |

Setor da tecnologia domina as subscrições de abril


Olhando para o top de subscrições do mês de abril, podemos perceber que os clientes do ActivoBank e do Banco Best deram continuidade à tendência de preferência pelos fundos de ações que se tem vindo a registar desde o início do ano.

Tal como refere Bruno Pinhão, gesto de produto, do Activo Bank, “o mês de abril foi de otimismo para o mercado acionista” e  “deu continuidade aos ganhos acumulados de 2019”. O especialista refere, ainda, os acontecimentos que mais chamaram à atenção nos Estados Unidos e na Europa, entre os quais o facto do  índice MSCI World ter verificado o seu quarto mês consecutivo de valorização, o positivismo nos EUA, o acordo de adiamento do Brexit para 31 de outubro e as eleições em Espanha onde o PSOE ganhou com 29% dos votos. Por  fim, Bruno Pinhão destaca a divulgação de dados sobre o desempenho do PIB na Zona Euro e nos EUA, relativos aos primeiro trimestre do ano.

Relativamente às preferências dos investidores do ActivoBank, estas incidiram sobre os fundos de ações. O sector tecnológico foi o que mais destaque obteve, com quatro fundos entre os mais subscritos e, segundo Bruno Pinhão, “Este foi um dos sectores que melhor performance teve durante o mês, beneficiado do desempenho dos mercados”. Vale referir que a os fundos da Fidelity se destacaram, já que tem quatro dos seus produtos neste ranking.
Os fundos expostos a mercados emergentes, particularmente à Ásia, também tiveram algum visibilidade. Segundo o profissional, este destaque foi “suportado pelos desenvolvimentos positivos das relações entre EUA e China, bem como pela aceleração surpreendente da atividade na China”.

No que diz respeito às preferências dos clientes do ActivoBank, Rui Castro Pacheco, diretor adjunto de investimentos, revela que estes demonstraram uma clara preferência pelos fundos de ações já que apenas dois dos fundos presentes no top 10 não são de ações.

É também o sector da tecnologia o mais preponderante. Segundo o especialista “neste tema, temos fundos mais generalistas, o Franklin Technology e o BlackRock World Technology, um fundo mais regional, o JPMorgan US Technology, e um fundo mais temático sobre o tema da Robótica, o Pictet Robotics”. Também podemos ver no top as temáticas da saúde e da água com os fundos com o BlackRock World Healthscience e Pictet Water, respetivamente.

Em termos regionais, Rui Castro Pacheco, menciona que no top está "um fundo que investe em empresas europeias e que tem feito parte das preferências dos nossos clientes nos últimos meses, o European Value gerido pela MFS”. Já nos EUA, o Banco Best apresenta “um fundo gerido pela ClearBridge, boutique do grupo Legg Mason, que investe em grandes empresas de estilo “crescimento”, o US Large Cap Growth”.

Por fim, relativamente aos fundos de obrigações, a escolha dos clientes do Banco Best  voltou a passar por uma estratégia flexível denominada Income, gerida pela PIMCO. Já no que concerne os multi-ativos, o profissional revela que registam "a manutenção da preferência pelo fundo gerido pelas boutiques Acatis e Gané, a primeira a gerir uma componente de investimento em ações e obrigações de empresas mais “Value” e a segunda a tomar conta dos investimentos em empresas que estejam a passar por um qualquer tipo de evento (“Event”)”.

Captura_de_ecra__2019-05-15__a_s_09

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas