Semana de resultados com reunião de Ecofin e dados de sentimento económico


A semana começa com a divulgação dos preços na produção na Alemanha (Dezembro), único indicador agendado para segunda-feira, país em que será conhecido na terça-feira o índice ZEW de sentimento económico, também divulgado para a Zona Euro, em ambos referente ao mês de Janeiro. No mesmo dia são publicados, nos Estados Unidos, os dados da actividade industrial de Chicago e as vendas de casas em segunda mão (relativos a Dezembro), assim como os resultados trimestrais de empresas como Google, IBM e Johnson & Johnson.

Ainda na terça-feira há reunião do Banco do Japão sobre taxas de juro, indo o destaque do dia para o encontro mensal do Ecofin, no qual estará ‘em cima da mesa’, entre outros, o imposto sobre transacções financeiras. O Banco de Portugal divulga o boletim estatístico.

A meio da semana é divulgado em França o indicador de confiança empresarial (Janeiro)  e, na Zona Euro, a dívida governamental no terceiro trimestre e a confiança dos consumidores em Janeiro. O FMI divulga um ‘outlook’ sobre a economia mundial e são conhecidos resultados trimestrais de empresas europeias como Novartis, Siemens e Unilever, e norte-americanas como McDonald’s e Apple.

Na quinta-feira é publicado o índice PMI na indústria e serviços (Janeiro) para a Alemanha e Zona Euro, a conta corrente na Zona Euro (Novembro) e, nos Estados Unidos, são conhecidos os novos pedidos de subsídio de desemprego na semana terminada a 19 de Janeiro e as reservas de petróleo (a 18 de Janeiro), assim como os indicadores avançados (Dezembro). Nokia, Microsft e Starbucks estão entre as empresas que apresentam contas trimestrais.

Em Portugal, o INE tem prevista a divulgação das taxas de juro implícitas no crédito à habitação, relativas a Dezembro, e, para sexta-feira, a publicação do inquérito à avaliação bancária na habitação (Dezembro).

Para o último dia da semana está agendada também a divulgação do índice IFO, de clima de negócios, na Alemanha (Janeiro), assim como a venda de casas novas nos Estados Unidos (Dezembro) e o PIB do Reino Unido, referente ao quarto trimestre.

Quanto a leilões da dívida, França vai ao mercado na segunda-feira com três emissões, seguindo-se, na terça-feira, Espanha, Alemanha e o Mecanismo Europeu de Estabilidade (ESM). A Alemanha regressa ao mercado na sexta-feira para mais um leilão.

Notícias relacionadas