Tags: Negócio |

Seguros de capitalização amenizam queda dos ativos sob gestão do BPI


O banco BPI apresentou resultados relativos ao primeiro trimestre do ano de 2018 que se configuram num lucro consolidado de 210 milhões de euros. Este valor compara com o resultado de -122 milhões de euros no período homólogo de 2017. “Para este resultado contribuiu o lucro líquido da atividade registada em Portugal, que alcançou os 118 milhões de euros (+175%), incluindo um ganho de 60 milhões de euros com a reavaliação da participação da Viacer para o valor acordado da venda anunciada em Fevereiro de 2018. A atividade em Portugal contribuiu com 56% para o resultado consolidado”, pode ler-se no comunicado.

Na apresentação é destacada a venda da unidade de seguros de vida do banco, a BPI Vida e Pensões, tendo sido reconhecida nas demonstrações financeiras. O banco obteve também entretanto as autorizações necessárias para a alienação da BPI Gestão de Activos e BPI Global Investment Funds, operação que deverá ser concluída no segundo trimestre.

Ativos sob gestão

O primeiro trimestre foi penalizador para os ativos sob gestão do banco, que recuaram 0,4% para os 10.079 milhões de euros. Contudo, essa quebra resulta de uma contração de 1,1% da rubrica de fundos de investimento, enquanto os seguros de capitalização viram os AuM crescer 0,6% para os 4.120 milhões de euros.

Captura_de_ecra__2018-04-20__a_s_17

Na apresentação de resultados está patente adicionalmente o cálculo das quotas de mercado do banco nos diferentes segmentos de gestão de ativos, patentes na tabela abaixo. De destacar que a rubrica de PPR inclui os produtos sob a forma de seguro e fundo mobiliário, sendo estes excluídos das restantes rubricas específicas. Dados do banco indicam uma quota de mercado do total de fundos mobiliários de 24,8% com referência a fevereiro do presente exercício.

A rubrica global de comissões cresceu 11,9% para 69 milhões de euros no trimestre, face ao período homólogo. As comissões de gestão de ativos subiram 11,7% no período, atingindo os 3 milhões de euros. Estes valores foram impactados pela desconsolidação do BPI Alternative Fund em março.

Captura_de_ecra__2018-04-20__a_s_17

Fundo de pensões

No que ser refere ao fundo de pensões do banco verifica-se uma subida do grau de cobertura das responsabilidades de 98% para 104%, de final do ano para o final do trimestre em parte resultado da subida da taxa de desconto de 2% para 2,08%. O banco divulga uma rentabilidade do fundo de Pensões de 4.4% (não anualizada) no 1º trimestre de 2018 com impacto positivo de 60 milhões de euros nos desvios atuariais.

Captura_de_ecra__2018-04-20__a_s_17

Empresas

Notícias relacionadas