Tags: ETF |

Segmento acionista em destaque nos ETF mais negociados


O mês de abril não registou alterações na tendência que se tem vindo a observar no panorama dos ETF. Três profissionais do ActivoBank, Banco Best e BiG analisam o mês de abril relativamente à negociação de ETF em cada uma das entidades. Vejamos.

Do ActivoBank,  João Graça, destaca que nos ETFs mais negociados no mês de abril o destaque vai para o Lyxor Ibex 35, que conseguiu bater o DAX e o Gold Miners, ETF que “tem disputado a liderança no top de negociação desde o início do ano”, revela o profissional. Quanto aos sectores, a procura recaiu sobre os sectores imobiliário e tecnológico, “além do habitual sector de semicondutores, que há vários meses têm lugar cativo nos tops de negociação”, conclui.

O panorama do Banco Best revela uma clara preferência por ações europeias, uma vez que três ETF sobre o Euro Stoxx surgem este mês no top. Desta forma, na entidade o ETF mais negociado “foi o ETF da sociedade gestora iShares BlackRock – o iShares Euro Stoxx 50 UCITS ETF (Dist), que investe nas 50 maiores empresas da zona euro, com incidência nos sectores financeiros e industria”, revela Carlos Almeida, diretor de investimentos, à Funds People.

Por outro lado, no terceiro lugar dos ETF mais negociados está o iShares Stoxx Europe 600 UCITS ETF (DE), um ETF “que tenta acompanhar o mais possível a performance do índice Stoxx Europe 600” e que oferece uma exposição aos 600 títulos de países europeus desenvolvidos com maior capitalização de mercado, ressalva o profissional. O outro ETF com foco em ações europeias é o iShares Euro Stoxx Mid UCITS ETF Euro (Dist).

O mercado de ações japonesas mantém-se como um mercado de eleição, uma vez que o ETF iShares MSCI Japan EUR Hedged UCITS ETF EUR foi o segundo mais negociado no mês de abril. Este é um ETF “que permite o investimento diversificado focado 100% em empresas japonesas e sem risco cambial”, destaca o profissional. Por último, destaque para o sector energético que surge como o sector de exposição eleito para o quarto ETF mais negociado na entidade.

Por sua vez, Isabel Soares, gestora de produto do BiG, destaca que “o sentimento positivo transversal à generalidade dos mercados, impulsionou a procura dos investidores por risco”, algo que se revelou nos volumes significativos relativamente à negociação de ETF na entidade. O segmento acionista é o destaque do mês de abril, onde ETF como ComStage ETF PSI20, SPDR S&P 500 ETF ou Lyxor ETF DAX® surgem com volumes negociados de relevância.

A gestora de produto ressalva, ainda, que se registaram “fluxos significativos de ordens de compra e venda” em ETF sobre commodities, onde produtos como iShares Gold Trust, SPDR Gold Shares ou ETF WTI Crude Oil surgem como os destaques do mês de abril.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

Próximos eventos