Tags: Ações |

Santander Ações Europa: o único fundo de ações com captações "em milhões"


Como já vimos, maio foi um mês bastante positivo no que toca a subscrições líquidas no mercado dos fundos de investimento. Conclui-se ainda que, em relação a abril, houve melhorias significativas. No entanto, apesar disso, os fundos de investimento em ações viram as suas captações descerem para valores inferiores aos registados em abril.

Analisando o Relatório Mensal da Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios (APFIPP), fizemos os cálculos e no mês de abril o valor total registado em captações líquidas positivas dos fundos de ações correspondeu a mais de 59 milhões de euros. Já em maio, esse mesmo total cai para cerca de 39 milhões de euros.

Elaboramos, com base neste relatório, um ranking com os cinco fundos da categoria de ações com entradas líquidas superiores a 100 mil euros. Comecemos pelo fundo Santander Ações Europa, da responsabilidade da Santander Asset Management, que já em abril assistia a volume considerável de entradas de dinheiro. Com um valor sob gestão de 74 milhões de euros, o fundo gerido por José António Montero arrecadou um total de 3,9 milhões de euros, sendo o único fundo de ações que conseguiu ultrapassar a fasquia do milhão de euros. Recorde-se que no mês anterior, tinha-se ficado pelos 1,8 milhões de euros de captações. Segundo o comentário de maio do gestor, “o fundo registou uma evolução acima do esperado dos indicadores macroeconómicos”.

O segundo lugar do nosso Top 5 vai para o fundo IMGA Iberia Equities, da IM Gestão de Ativos. Com uma subida considerável desde abril (74,5 mil euros), o fundo arrecadou no mês em questão cerca de 794 mil euros de fluxos líquidos. Segundo o gestor do fundo, Nuno Marques, a contribuir de forma positiva para o retorno do fundo estiveram "as posições de Tubacex, Catalana Occidente, Euskaltel e EDP. Por outro lado, as posições detidas em Acerinox, Santander e Galp contribuíram negativamente para o retorno”.

Seguidamente, a BPI Gestão de Activos entra para o terceiro lugar com o fundo BPI Euro Grandes Capitalizações. Com um património de 13,23 milhões de euros, o fundo arrecadou cerca de 235 mil euros em captações líquidas no mês de maio. Segundo a ficha de produto do fundo, “o mês acabou por ser bastante positivo graças ao bom desempenho de algumas empresas cuja aposta tem sido mais significativa. Em destaque estiveram as companhias aéreas assim como algumas empresas do sector de Energia e exploração de petróleo”.

Os últimos dois lugares são ocupados pelo fundo Invest Iberia, da Invest Gestão de Activos, com um total de entradas líquidas de cerca de 140 mil euros e, por último, o fundo Caixagest Ações EUA com cerca de 130 mil euros em subscrições líquidas, valor que contrasta com o saldo negativo do fundo em abril.  yhtgref

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido