Tags: Negócio |

Santander Acções Portugal veste camisola amarela nas rendibilidades


O fundo Santander Acções Portugal, da Santander Asset Management, terminou a semana de 16 de Agosto a liderar o ranking dos 10 fundos mobiliários nacionais mais rentáveis, obtendo 38,8% de retorno nos últimos doze meses, segundo a APFIPP. A liderança, no entanto, já vem desde a semana de 9 de Agosto, onde o fundo gerido por Diogo Pimentel, atingia os 38,5% de rendibilidade.

Numa entrevista recente à Funds People Portugal, Diogo Pimentel fez questão de sublinhar que ao longo dos últimos meses tem-se “presenciado um aumento do interesse dos investidores sobre os fundos de acções”. O volume sob gestão do fundo é de 77,1 milhões de euros.

Mas este não é o único fundo de acções nacionais a figurar no 'top ten' semanal dos mais rentáveis da APFIPP. A 16 de Agosto o fundo Espírito Santo Portugal Acções, gerido pela ESAF, aparecia em terceiro lugar da lista, com uma rendibilidade efectiva anual de 34,4%, somando 11,6 milhões de euros sob gestão.

Mais fundos de acções nacionais

Fora do pódio, mas em quarto e quinto lugar aparecem também outros dois fundos de acções nacionais: o Banif acções Portugal e o BPI Portugal. Ambos classificados com um cinco na escala de risco, conseguiram na semana referida alcançar um retorno de 33,7% e 33,6%, respectivamente.

No segundo lugar do top aparece o Caixa Rendimento Oriente-F.E.I - que já foi líder durante algumas semanas - e que a 16 de Agosto tinha um retorno efectivo anual de 35,8%. Este é o único fundo da lista da APFIPP pertencente à categoria dos fundos com protecção de capital. A 16 de Agosto este fundo tinha 24,7 milhões de euros sob gestão.

No restante ranking destaque também para a Millennium Gestão de Activos que aparece com fundos no 7.º e 9.º lugar da tabela. O Millennium Acções Portugal, classificado pela Morningstar com 4 estrelas e gerido por Pedro Pintassilgo (segundo informação da Morningstar), tem uma rendibilidade efectiva anual de 32,8%. O Millennium Euro Financeiras, da categoria dos fundos de acções sectoriais, apresentava um retorno de 31,2% na semana de 16 de Agosto.

A Caixagest tem ainda outro fundo no 'top 10': o Caixagest Acções Portugal, da categoria dos fundos de acções nacionais, aparece no último lugar do ranking, embora ainda com um retorno superior a 25%. À data, este fundo registava uma rendibilidade efectiva anual de de 28,1%

Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente