Tags: Negócio | ETF |

Robótica é o tema em destaque nos ETFs mais negociados em novembro


O final do mês de novembro trouxe algumas surpresas no que diz respeito aos ETFs mais negociados por parte dos clientes do ActivoBank e do Banco BEST. Apesar disso, alguns dos temas parecem manter-se no topo das preferências dos clientes de ambas entidades.

No que diz respeito aos clientes do ActivoBank, o sector financeiro continua a ser uma das apostas no que diz respeito aos ETFs mais negociados. Por outro lado, Rui Olo, responsável na direção de marketing pelos produtos e investimentos, revela que “nos activos subjacentes aos ETFs mais negociados, o destaque vai para os mercados emergentes, China e India”, acrescentando que “todos os ETFs mais negociados são longos”.

Robótica em destaque no Banco BEST

Rui Castro Pacheco, diretor adjunto de investimentos, revela que do lado do investimento em ETFs por parte dos clientes do Banco BEST se verificou uma atitude bastante “pró-risco”.

De facto, a presença de apenas dois ETFs de obrigações parecem sugerir isso mesmo. Assim, o investimento em ETFs de obrigações recaiu novamente sobre um ETF de dívida governamental de longa maturidade, com a presença do iShares Govt Bond 10-15yr. Por outro lado, o profissional destaca a presença de um índice de obrigações de taxa fixa, o iShares Floating Rate Bond ETF. Este movimento, na sua opinião, poderá estar relacionado com “alguma prevenção contra eventuais subidas nas taxas de juro”.

Quanto aos ETFs de ações, as preferências dos clientes do Banco BEST parecem manter-se sobre o mercado europeu, verificando-se novamente a “procura pelo índice que replica o comportamento das 50 maiores capitalizações europeias, com dois ETFs idênticos (iShares EURO STOXX 50) mas cotados em dois mercados distintos”, explica o profissional. Nota também para a procura por um índice que exclui o Reino Unido – o iShares MSCI Europe ex-UK.

Do lado do investimento em ações de uma forma global, destaca a presença do iShares MSCI World EUR Hedged. Já do lado de mercados específicos, surgem ETFs dos mercados japonês, brasileiro e turco, com os iShares MSCI Japan EUR Hedged, iShares MSCI Brazil e iShares MSCI Turkey, respetivamente.

Por fim, o destaque vai mesmo para a presença do tema de robótica e automação. Isto porque este tema “também se começa a evidenciar nos investimentos passivos, com o Robo Global™ Robotics and Automation Index ETF”, revela Rui Castro Pacheco.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido