Tags: Obrigações | Ações |

Retorno do fundo dos certificados de reforma sobe para 8,44%


A rendibilidade do fundo dos certificados de reforma nos últimos 12 meses aumentou para 8,44%, de 8,09% em Outubro, segundo os dados divulgados pelo Instituto de Gestão de Fundos.

Tal como no mês anterior foi a melhoria do retorno da dívida OCDE Ex-DP Portuguesa (inclui o valor nocional dos futuros e valias potenciais dos ‘forwards’), que mais influenciou a melhoria do comportamento do fundo, tendo passado para 9,83% (dos anteriores 6,96%).

De acordo com o folheto informativo de Novembro houve igualmente um aumento na rendibilidade a 12 meses na dívida pública portuguesa, de 3,12% para 3,17%.

Quanto ao resto da carteira do fundo dos certificados de reforma, também conhecidos por PPR do Estado, registou-se uma descida no retorno das acções (inclui o valor nocional dos futuros e valias potenciais dos ‘forwards’), para 20,13% em Novembro, de 27,98% em Outubro; já o valor aplicado em liquidez situa-se em 175,6 mil euros, o que representa um peso de 0,70% no total da carteira.

O valor da carteira do fundo dos certificados de reforma era, no início de Novembro, de 25,05 milhões de euros, acima dos 24,66 milhões verificados há  cerca de um mês.

Notícias relacionadas

O Mais Lido