Tags: ISR |

Rentabilidade e responsabilidade andam de mãos dadas


(TRIBUNA de Laura Donzella, Responsável de Vendas para Ibéria e América Latina, da Nordea Asset Management. Comentário patrocinado pela Nordea Asset Management.)

Os gestores das estratégias de ESG da Nordea STARS e a equipa de investimentos responsáveis combinam as suas competências para identificar oportunidades de investimento financeiramente atrativas e sustentáveis. A chave para o seu sucesso é a completa integração de ESG e interação.

O investimento responsável faz parte da essência da Nordea Asset Management (NAM). Em nenhum outro aspeto se torna mais evidente que as nossas estratégias de ESG STARS têm como objetivo é descobrir as empresas sustentáveis do futuro aplicando estes três objetivos principais: investir em empresas que estejam à altura dos nossos padrões de ESG, superar o seu índice de referência e criar um impacto duradouro.

Uma abordagem de ESG totalmente integrada

Cada estratégia STARS da NAM personifica a autêntica integração de ESG, com investigações exaustivas que permitem identificar empresas que demonstrem modelo de negócio sustentáveis e responsáveis. Cada gestor da carteira leva a cabo rigorosas análises fundamentais de tipo bottom-up para identificar investimentos sólidos a longo prazo. Não obstante, o aspeto verdadeiramente fundamental do processo STARS é a integração de ESG. Os analistas da equipa especializada em investimentos responsáveis da Nordea colaboram estreitamente com os gestores de carteira em todas as etapas do processo de investimento, proporcionando informação de um valor inestimável sobre os possíveis riscos e oportunidades de ESG associados aos nossos investimento atuais e potenciais. Cada empresa é analisada em função de se leva cabo a sua atividade empresarial de forma responsável para com os seus acionistas, o meio ambiente e a sociedade em conjunto. A equipa de investidores responsáveis valoriza se os produtos ou serviços da empresa estão bem posicionados em relação às megatendência de sustentabilidade mais amplas, como as mudança climáticas ou a evolução demográfica. Por último, a equipa de investidores responsáveis determina a forma como a empresa incorpora os desafios de ESG no seu modelo de negócio, pois este fator representa um aspeto essencial da análise. A equipa de investidores responsáveis aproveita então o seu sólido e certificado modelo de classificação próprio para atribuir uma classificação futura à empresa. Cada empresa recebe uma classificação de A, B ou C. Nenhuma estratégia da gama STARS pode investir em empresas com uma classificação de C.

A interação é um elemento crucial

A interação é outro elemento crucial do nosso conceito STARS. Em estreita colaboração, os gestores de carteira e a equipa de investimentos responsáveis criam um plano de interação, no qual são identificados os temas relacionados com ESG mais relevantes e importantes de cada empresa. A interação pode adotar várias formas, desde conferências telefónicas até reuniões presenciais e visitas de campo. A Nordea interage com aproximadamente 130 empresas por ano no conjunto das carteiras STARS. A interação não é pontual, desenvolve-se ao longo de muito meses e, às vezes, até anos.

Um bom exemplo de um plano deste tipo pode ser observado no investimento no grupo Kerry, líder global ingredientes alimentares. Durante o primeiro contacto levado a cabo em outubro de 2015, a equipa de investimentos responsáveis observou certas questões relacionadas com as práticas laborais dentro da cadeira de fornecimento agrícola da Kerry. Neste ponto, foi concedida à empresa a primeira classificação de B+ e recomendaram-se uma série de mudanças. Celebrámos várias interações com a Kerry ao longo dos 18 meses seguintes e observámos avanços importantes na visita à empresa realizada em abril de 2017. Após verificar e comprovar que os problemas se tinham resolvido, foi concedida à Kerry a classificação de A+, considerada a mais alta.

A saída contrária de Facebook

Outro exemplo de interação recente foi protagonizada pelo gigante das redes sociais, o Facebook. A equipa da NAM identificou várias questões preocupantes relacionadas com a empresa a meados de 2017, antes de rebentar o escândalo da Cambridge Analytica no início de 2018. A NAM considera a segurança dos dados e a privacidade questões de ESG de grande importância, especialmente no caso das empresas tecnológicas. Esta circunstância reflete-se claramente na nossa análise ESG ao avaliar estas empresas. A NAM celebrou várias reuniões com especialistas e responsáveis da empresa e decidiu reduzir a classificação do Facebook, devido fundamentalmente ao facto de não ter aplicado nenhuma mudança a nível de alta direção em termos de responsabilidade a respeito da privacidade e a segurança dos dados. Como resultado, as estratégias STARS venderam todas as suas posições no Facebook, precisamente semanas antes do preço das ações da empresa se ter afundado 19%.

A equipa de investimentos responsáveis continua a manter contacto com o Facebook e observou que a empresa está a tentar rumar na direção correta. Não obstante, a equipa mostra-se receptiva a mudar a sua perspetiva ESG da empresa, que se mantém abaixo do nosso limite mínimo. Vamos continuar a monitorizar a sua evolução.

Espírito de equipa com um objetivo claro

Juntas, as nossas equipas de responsáveis tornaram as interações numa parte integral do conceito STARS. Para a NAM, isto representa estabelecer diálogos construtivos e abertos com as empresas e influir nelas de forma positiva quando observamos deficiências ou potencial para melhorar os aspetos relacionados com ESG e reduzir os riscos de quedas. Como parte essencial da nossa análise ESG totalmente integrada, para nós representa uma forma de preservar e melhorar o valor a longo prazo para os acionistas e gerar rentabilidades com responsabilidade.

Disclaimer:

Nordea Asset Management é o nome funcional do negócio de gestão de ativos conduzido pelas seguintes entidades legais: Nordea Investment Funds S.A. e Nordea Investment Management AB (“as Entidades Legais”) e as suas sucursais, subsidiárias e escritórios de representação. Este documento tem o objetivo de prover o leitor com informação sobre as capacidades específicas da Nordea. Este documento (ou qualquer visão ou opinião expressa no mesmo) não representa um conselho de investimento nem uma recomendação de qualquer produto financeiro, estrutura de investimento ou instrumento, para entrar ou sair de certa transação ou para participar em qualquer estratégia de trading. Tal só poderá ser feito através de um Offering Memorandum, ou através de um contrato similar. O presente documento não poderá ser reproduzido ou divulgado sem autorização prévia. © As Entidades Legais aderentes à Nordea Asset Management e todas as suas sucursais, subsidiárias e escritórios de representação.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

 Cumprir a palavra em matéria de ESG

Tribuna de opinião de Laura Donzella, responsável de Vendas para Península Ibérica e América Latina da Nordea Asset Management. Comentário patrocinado pela Nordea Asset Management, com cinco perguntas que devemos colocar-nos antes de eleger o nosso parceiro ESG.

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido