Tags: Pensões |

Rendibilidades médias acima de 5% nos fundos de poupança reforma


Os fundos poupança reforma dividem-se em várias categorias consoante o nível de investimento em ações. A primeira categoria (categoria A), mais conservadora, permite que a carteira do fundo invista até 5% em ações, e na listagem divulgada pela APFIPP, contam-se 5 produtos aqui incluídos. Segundo os dados datados de 18 de julho divulgados pela Associação, a três anos o fundo mais rentável desta categoria é o PPR SGF Garantido, que há um ano atrás também liderava nos ganhos, no mesmo espaço de tempo analisado. Este produto consegue ter uma rendibilidade anualizada de 7,17% nos últimos três anos e de 3,03% nos últimos doze meses.  Em segundo lugar nesta categoria figura o PPR Garantia de Futuro, gerido pela Futuro, e com um retorno de 6,56 nos últimos 36 meses. Do top 3 dos mas rentáveis segue-se o SGF Patr. Ref. Conservador, com 6,41% de ganhos nos últimos três anos.

Na categoria seguinte, categoria B, em que as carteiras efetuam um investimento entre 5% e 15% em ações, o “vencedor” a três anos é o ESAF PPR Vintage, que acumula nesse período 5,68% de rendibilidade. Segue-se o SGF Patr.  Ref. Prudente PPR, com 4,64% de ganhos no mesmo período.

A categoria C é aquela onde se incluem mais produtos (9 fundos) e onde dois dos fundos apresentam uma rentabilidade superior a 7%. O líder é o PPR 5 estrelas com ganhos de 7,52% seguido do PPR Platinium com 7,04%. O terceiro posto vai para o PPR Europa com uma valorização de 5,09%.

Na categoria mais arriscada dos fundos poupança reforma – Categoria D – existem apenas quatro produtos, sendo que três apresentam ganhos no período analisado acima de 5%. De notar ainda que neste segmento entram os produtos com uma percentagem em ações acima dos 35%. A liderança vai para o PPR Praemium V com uma rendibilidade anual de 5,41%, seguido do Poupança Reforma PPR BBVA Ações com 5,26% e do PPR SGF Acções Dinâmico como valor da rendibilidade a atingir os 5%.

Feitas as contas, a média de todos os fundos poupança reforma, presentes na APFIPP, ultrapassa os 5%, fixando-se em 5,01%.

Notícias relacionadas

O Mais Lido