"Regresso aos Restaurantes": a bóia de salvação do TheFork para o setor da restauração


Voltar às mesas dos estabelecimentos de um dos setores mais afetados pela pandemia mundial de COVID-19. É este o objetivo que o TheFork, a aplicação líder em reservas de restaurantes online, pretende alcançar com a sua iniciativa “Regresso aos Restaurantes”. Este movimento mundial terá lugar entre os dias 17 de setembro a 17 de novembro, em mais de 18 países, e pretende mobilizar mais de 20 milhões de pessoas em todo o mundo até aos mais de 10 mil restaurantes aderentes que vão oferecer descontos de 50% durante dois meses.

“Há 5 anos que apoiamos a restauração em Portugal e sabemos que agora, e mais do que nunca, precisa do nosso apoio", enquadra Sérgio Sequeira, Country Manager do TheFork Portugal. "A nossa experiência tem-nos mostrado que reativar esta área em tempos difíceis é a chave para a recuperação do setor e queremos colocar à disposição dos restaurantes todas as ferramentas possíveis para voltarem a encher as suas mesas. É por isso que lançamos o 'Regresso aos Restaurantes', uma iniciativa global, e na qual vamos investir para multiplicar a visibilidade dos restaurantes e ajudá-los a acelerar a sua recuperação, aproximando a gastronomia a todos”, destaca.

Do grupo de restaurantes aderentes, 350 situam-se em Portugal. Das várias opções disponíveis de norte a sul do país, e incluindo a ilha da Madeira, incluem-se restaurantes como Miss Jappa, Sommelier, Pap’Açorda, O Nobre, Saraiva´s, Espada, em Lisboa; D’Avenida Fine Dining, Terra Nova e Palato no Porto; e Il Vivaldi, Mozart, Regional Flavours na ilha da Madeira. Para poder usufruir desta iniciativa, basta reservar através da app TheFork e saborear novamente o melhor da gastronomia.

Imagem-Regresso-aos-Restaurantes-by-TheFork-1060x594

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido

Próximos eventos