Tags: Negócio |

Recursos fora do balanço do Millennium BCP impulsionados por todas as rubricas


Mais uma entidade financeira a apresentar resultados sobre o ano que passou. Desta feita, o Millennium BCP, liderado por Miguel Maya, apresentou um resultado líquido do grupo de 302 milhões de euros em 2019, o que, segundo as contas da entidade, representa uma variação anual de 0,3%. A instituição financeira aponta a “expansão dos proveitos core”, bem como a “redução das imparidades e provisões” como impulsionadores dos resultados.

Em termos globais, as comissões líquidas do banco apresentaram um acréscimo no ano, de 2,8%, tendo estas ficado nos 703,5 milhões de euros no fecho de 2019. Em sentido contrário evoluíram as comissões relacionadas com os mercados, que decresceram  mais de 11% no ano. Tanto as comissões das operações sobre títulos, como as da gestão de ativos contribuíram para esta queda. No caso destas últimas, a variação anual foi de -5,6%, para os 40 milhões de euros.

Captura_de_ecra__2020-02-21__a_s_15

Fonte: resultados consolidados do Millennium BCP

Evolução muito favorável. É esta a expressão que a entidade usa para classificar a evolução dos recursos totais de clientes no termino de 2019. Aumentaram 10,3% face ao mesmo período de 2018, chegando a dezembro passado nos 81.675 milhões de euros. Os recursos fora de balanço – que na entidade incluem os ativos sob gestão, os ativos distribuídos e os seguros de poupança e investimento – foram fortes contribuidores para a rubrica em geral. Cresceram 9,4% no ano, ultrapassando a barreira dos 19.000 milhões de euros.

Como visível na tabela abaixo, as três componentes dos recursos fora de balanço ajudaram neste crescimento, mas os ativos sob gestão e os ativos distribuídos foram fortes impulsionadores do crescimento, com crescimentos de 14,5% e 13,7% respetivamente.  Juntas somam já mais de 10 mil milhões de euros.

Os seguros de poupança e investimento, que incluem os unit-linked e os planos de poupança reforma também avançaram no caso 4,5%. Somam já mais de 9.000 milhões de euros, sendo a fatia mais relevante em termos de valor dentro dos recursos de clientes fora de balanço.

Captura_de_ecra__2020-02-21__a_s_15

Fonte: resultados consolidados do Millennium BCP

 

 

O Mais Lido