Tags: Negócio |

Recursos fora de balanço em ascensão no BPI


Com o seu futuro ainda envolto em indefinição, o BPI apresentou os seus resultados. A instituição bancária conseguiu lucros de 45,8 milhões de euros nos três primeiros meses do ano, mais 48,3% do que no período homólogo.

Recursos fora de balanço em crescimento

Nos recursos de clientes fora de balanço o avanço registado foi superior a 30% comparando com igual período de 2015. A secção que agrega fundos de investimento, PPR e PPA somava assim no final de março de passado 4.483 milhões de euros, comparando com os 3.377 milhões de março de 2015. Os seguros de capitalização, por seu lado, tiveram um decréscimo homólogo de 4,8%.

Comissões na gestão de ativos regrediram

No que toca às comissões líquidas do Banco, o aumento foi de 1,5% face ao mesmo período de 2015, o que se traduziu em mais 0,9 milhões de euros, para os 61 milhões acumulados no final de março passado. Contudo, nesta rubrica foi a banca comercial que deu o impulso positivo, com uma subida anual de 2,8% para os 49,8 milhões de euros. Na componente de gestão de ativos, por seu lado, a queda foi de 1,7% para os 9,6 milhões de euros. Situação idêntica sucedeu com as comissões líquidas da Banca de investimento, que recuaram -15,4% para os 1,6 milhões de euros.

Notícias relacionadas

O Mais Lido