Tags: Negócio | Latam |

Receita da gestão de fundos do Bradesco aumenta 4,6% no trimestre


A receita de gestão de fundos do grupo Bradesco ascendeu a 550 mil milhões de reais no primeiro trimestre deste ano, o que representa um aumento de 4,6%, ou 24 milhões de reais, face aos 526 mil milhões verificados em Março de 2012, de acordo com o relatório e contas trimestral.

Este crescimento "deveu-se basicamente às evoluções verificadas nos fundos e carteiras, que cresceram 26,2% [para 469,9 mil milhões de reais], compensado, em parte, pelo comportamento do índice Ibovespa no período, que foi negativo em 12,7%, impactando as receitas oriundas dos fundos e carteiras atreladas a renda variável", refere a instituição.
 
O Bradesco destaca os investimentos em fundos, com os "fundos de terceiros a apresentarem um crescimento de 41,1% no período [para 9,4 mil milhões de reais], seguidos pelos fundos de renda fixa, com crescimento de 23,6% [para 392,65 mil mlhões de reais], e acções, com crescimento de 16,5% [para 33,3 mil milhões de reais]".
 
Quanto às carteiras administradas, o património líquido ascendia a 33,3 mil milhões de reais, com o investimento nas de obrigações a registaram em crescimento homólogo de 132,7% para 23,7 mil milhões de reais, as de acções de 20,6% para 9,6 mil milhões de reais e as de fundos de terceiros de 2,5% para 1,22 mil milhões.
 
O património líquido das unidades de participação de fundos de terceiros situava-se em 10,6 mil milhões de reais, mais 6% que no primeiro trimestre de 2012 e uma variação de 35,2% a doze meses.
 

Notícias relacionadas

O Mais Lido