Tags: ETF |

Ranking dos 10 maiores ETF da Europa


Há quase 3.000 ETF registados para venda na Europa. Segundo dados da Refinitiv de fecho de maio, são concretamente 2.836 produtos. Não obstante, só 160 deles contam com um volume de ativos superior aos 1.000 milhões de euros, o que demonstra que o património está altamente concentrado. Estes ETF acumulam 432.00 milhões, o que representa praticamente 60% dos ativos que a indústria de fundos cotados tem a nível europeu. Só 20 dos 51 provedores de ETF contam com património superiore aos 1.000 milhões, sendo a BlackRock (333.000 milhões em ativos e 46,3% de quota de mercado) a líder indiscutível da indústria europeia. São seguidos de muito longe pela DWS (78.000 milhões) e pela Lyxor (60.000). O top 10 concentra 93% do total, pelo que os 41 promotores restantes partilham os 7% restantes.

gra_fico_1

Esta concentração também acontece a nível de produto. Aqui o ranking também é dominado pela BlackRock. Nove dos dez fundos cotados com maior volume têm a marca iShares. A BlackRock só não atinge o pleno porque a Vanguard, com o seu ETF sobre o S&P 500, é o segundo com maior património a nível continental. Os dez fundos cotados com maior património acumulam atualmente 118.000 milhões, o que representa 16,4% do total. Sete são produtos de ações e três de obrigações. A estratégia que absorve mais ativos é o iShares Core S&P 500 UCITS ETF, o seu produto estrela sobre o S&P 500. Neste sentido, torna-se importante que os produtos mais procurados sejam aqueles que replicam os principais índices de ações. Em obrigações, o produto estrela é o seu produto de obrigações corporativas europeias, o iShares Core Corporate Bond UCITS ETF.

gra_fico_2

Empresas

Notícias relacionadas