Tags: Negócio |

“Queremos contribuir para melhorar o conhecimento dos investidores”


A LYNX Asset Managers está em processo de consolidação da sua projeção a nível nacional. Depois do rebranding ocorrido na segunda metade do ano passado, com a alteração de MNF Gestão de Activos para LYNX Asset Managers, a entidade tem andado numa roda-viva nos últimos tempos. Além do lançamento da nova página na internet da gestora e da inclusão de um blog bastante ativo, a entidade resolveu, também, dedicar-se à literacia financeiras através das Lynx Sessions.

As LYNX Sessions não são mais do que sessões, com forte componente explicativa, onde os profissionais da gestora portuguesa tornam mais fácil temas que podem parecer difíceis. As sessões acontecem, por norma, duas vezes por mês, tendo sido já realizadas algumas que tiveram como base temas como o  ‘fundo de resolução’, as ‘taxas de juro zero’ ou ainda a ‘gestão de poupança em tempos de turbulência’. “Não é só fazer alguma coisa pela população de investidores. É mais do que isso. Quanto mais informado estiver o investidor, melhor perceberá a proposta de valor da LYNX”, refere Pedro Azevedo, CEO e CIO da gestora.

Queremos contribuir para melhorar o conhecimento dos investidores”, realça Pedro Azevedo. “Se o investidor não perceber o valor da nossa proposta, não vai perceber a diferença”, explicita o responsável da entidade, reforçando a ideia de que podem acrescentar valor neste caminho da literacia, ao invés de tentarem “lucrar” com a iliteracia dos investidores

Balanço é positivo

Para o CEO e CIO da gestora, o “balanço e o feedback têm sido muito positivos”. Os seminários têm como alvo principal os clientes particulares e é nesse segmento que estas sessões se vão sempre focar. “Não é comum a Banca fazer este tipo de formações. Os gestores de conta bancários tradicionalmente não têm acesso imediato ao tipo de informação que este tipo de gestoras domina”, refere Pedro Azevedo, concluindo que o “conhecimento e a solidez técnica são as nossas grandes armas”.

Empresas