Tags: Pensões |

Quem tem maior património em fundos de pensões fechados?


Os fundos de pensões fechados representam quase 90% do total de património sob gestão agregado nas várias categorias de fundos de pensões, em Portugal. O último relatório trimestral da APFIPP referente a este segmento de negócio demonstra que em junho os fundos de pensões fechados tinham sob gestão 15.523 milhões de euros, valor que compara com os 17.381 milhões totais geridos pelos fundos de pensões em Portugal.

Embora robusta, a categoria dos fundos de pensões fechados também tem acompanhado a tendência de queda do segmento em geral: do primeiro para o segundo trimestre os ativos decresceram 0,5%, e no último ano a contração é de 1,5%.

Como já seria de esperar, existem gestoras de fundos de pensões mais dedicadas a este tipo de produtos.

Graficook

Fonte: APFIPP, 30 junho de 2016

Logo à cabeça, destaque para duas entidades cujo 100% do património gerido está em fundos de pensões fechados: a SGFP Banco de Portugal e a Previsão.

Outra gestora com grande património alocado a fundos de pensões fechados é a Ocidental Pensões. A gestora, que em fundos fechados apresenta 4.807 milhões de euros sob gestão (mais de 95% do seu património total), dispõe do maior fundo de pensões fechado (Grupo BCP) e ainda do maior fundo de pensões fechado não financeiro (da EDP) – Recorde a entrevista com Valdemar Duarte, diretor geral da Ocidental Pensões. Contas feitas tratam-se de 26 fundos fechados a seu cargo.

Com mais de 90% do património gerido alocado a fundos de pensões fechados, destaque também para a Santander Pensões, que reúne 893 milhões de euros neste segmento.

Empresas

Notícias relacionadas