Tags: Obrigações | Ações |

Que fundos tiveram maior rendibilidade nos últimos dois anos?


Na esmagadora maioria das vezes, investir em fundos de investimento é pensar a longo prazo. Um dos prazos de análise frequente para analisar os fundos de investimento é a dois anos. Nos dois anos anteriores ao final do mês passado, diversos acontecimentos foram pontos de volatilidade para os mercados financeiros, sendo que à cabeça surgem alguns eventos políticos, com destaque para a eleição que culminou com o início da saída do Reino Unido da União Europeia ou, mais recentemente, a eleição de Donald Trump para a Administração da maior economia mundial.

Analisando o mercado nacional de fundos de investimento, verificamos que no período em questão apenas quatro produtos registam rendibilidades de dois dígitos, de acordo com os dados publicados pela Morningstar através da sua plataforma online. A liderança vai para o fundo gerido pela Caixagest: o Caixagest Infraestruturas. Nos últimos dois anos regista uma rendibilidade anualizada de 15,74%, sendo que este fundo ostenta o selo de Consistente Funds People. Recentemente, Cristina Brízido, diretora na entidade gestora, detalhou à Funds People alguns aspetos sobre o produto. Por exemplo, para atingir os seus objetivos, a equipa de gestão recorre a uma seleção de fundos fechados, especializados na gestão de projetos de infraestruturas. Estes fundos, com estrutura “semelhante aos fundos de Private Equity”, são selecionados com base em “critérios rigorosos que têm em consideração aspetos relevantes como a estrutura da sociedade gestora, o seu track-record e ainda os documentos constitutivos do próprio fundo que regem a forma como este se estabelecerá e atuará”, refere.

Com os olhos postos nos EUA

Seguem-se dois fundos que investem no mercado norte-americano. Com 11,12% vem o Santander Acções América que é da responsabilidade da Santander Asset Management. No final do ano, as maiores empresas em carteira eram as financeiras Goldman Sachs e American Express, seguindo-se a Boeing e a 3M. O outro fundo que investe nesse mercado é o Caixagest Acções EUA, da Caixagest. No período em questão regista ganhos anualizados de 10,62% e tinha, no final do ano passado, como principais cotadas em carteira a UnitedHealth, a The Home Depot e ainda a Boeing.

Existe mais um produto que regista uma valorização de dois dígitos: trata-se do Caixagest Private Equity, da Caixagest. Nos últimos dois anos a sua rendibilidade anualizada foi de 10,51%, com o fundo a investir "o seu património em fundos de capital de risco nacionais ou internacionais; em obrigações ou em certificados indexados a índices ou a fundos de capital de risco, e em outros valores mobiliários", conforme revela o seu prospecto.

Os fundos com mais de 5% de ganhos nos últimos dois anos

Captura_de_ecra__2017-02-9__a_s_12

Fonte: Morningstar a 31 de janeiro de 2017. Rendibilidade anualizada

Empresas

Notícias relacionadas