Tags: Negócio |

Que fundos multiativos registaram captações líquidas positivas em setembro?


No nono do mês do ano, as captações líquidas nos fundos mobiliários foram positivas, situação que aconteceu pela segunda vez consecutiva. Segundo os dados publicados pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios - APFIPP - no mês de setembro as captações líquidas foram positivas, ao atingirem 35 milhões de euros. No somatório do ano, o valor é negativo, num montante superior a 1.083 milhões de euros.

Nos fundos multiativos, a tendência foi diferente, com o valor total a ser negativo. Ainda assim, das três categorias, houve uma que conseguiu registar mais subscrições do que resgates: a dos fundos defensivos. A Associação classifica estes fundos como aqueles que “não investem mais de 35% em ações”.  Foi neste segmento que ocorreram os maiores destaques, com os fundos da Caixagest a estarem em evidência. Com mais de 10,7 milhões de euros vem o Caixagest Seleção Global Defensivo, sendo seguido pelo Caixagest Seleção Global Moderado com quase 2 milhões de euros.

Da mesma entidade vem o terceiro produto com mais captações líquidas: o Caixagest Seleção Global Dinâmico. Este produto é considerado pela Associação como um multiativos equilibrado, ou seja, não investe mais de 65% da sua carteira em ações.  Em setembro, o montante de captações líquidas foi superior a 1,1 milhões de euros.

Os restantes dois fundos multiativos que registaram captações líquidas positivas em setembro não conseguiram chegar ao patamar de um milhão de euros. O que ficou mais perto foi o produto Santander Private Defensivo, da Santander Asset Management. O outro produto presente na lista é gerido pela Popular Gestão de Activos e denomina-se de Popular Global 25.

Os fundos multiativos com entradas líquidas de dinheiro positivas

Captura_de_ecra__2016-11-4__a_s_14

Fonte: APFIPP no final de setembro.

Empresas

Notícias relacionadas