Tags: ETF |

Que ETFs dominaram as negociações no mês de julho?


Conhecidas as estratégias que motivaram resgates por parte dos clientes do ActivoBank e do Banco Best, é tempo de olharmos para os ETFs mais negociados do mês de julho.

De acordo com Bruno Pinhão, os clientes do ActivoBank procuram cada vez mais este tipo de soluções de investimento, “optando por negociar ETFs recorrendo a estratégias de curto prazo”. Posto isto, que temas estiveram em destaque na entidade? Do lado dos mercados emergentes e do mercado chinês, a sua recente valorização revelou-se atrativa para os clientes do ActivoBank, colocando-os no topo das preferências. Por outro lado, “ETFs sobre semi-condutores, índices acionistas e tecnologia permanecem com posição privilegiada nas opções dos investidores”, destaca o profissional.

No que diz respeito às preferências dos clientes do Banco Best, Carlos Almeida, diretor de investimentos, afirma que a Europa foi o grande tema do mês passado, embora o investimento em ETFs com exposição global, com foco particular na Europa e EUA também tenha estado em destaque. Do lado das classes de ativos mais relevantes, o profissional adianta que “o investimento foi, mais uma vez, muito focado em ações”.

Relativamente aos produtos com maior volume de negociação, o profissional revela que o iShares MSCI World EUR Hedged UCITS ETF (Acc) EUR se manteve como o mais negociado, este que é um produto que "procura acompanhar o desempenho de um índice constituído por empresas de países desenvolvidos, mas com cobertura da exposição a cada moeda do índice, em Euros". Imediatamente a seguir surge o iShares EURO STOXX Banks 30-15 UCITS ETF (DE), cujo objetivo é "acompanhar o índice que segue empresas do setor bancário de países desenvolvidos da zona euro". A fechar o top 3 encontra-se o iShares MSCI Eastern Europe Capped que tem como propósito acompanhar o desempenho de um índice constituído por um conjunto de empresas selecionadas provenientes dos países emergentes da Europa de Leste, "desde que estas cumpram os critérios de dimensão e liquidez", afirma. 

Por fim, enquanto quarto e quinto produto mais negociado surge o iShares Core DAX® UCITS ETF (DE) e o iShares Core MSCI World UCITS ETF USD (Acc) EUR, respetivamente. O primeiro é caracterizado por ser "um fundo de alto risco e que procura acompanhar o desempenho do índice composto pelas 30 maiores e mais negociadas empresas alemãs cotadas no segmento Prime da Frankfurt Stock Exchange. Já o segundo trata-se de um produto que oferece a possibilidade de investimento direto numa vasta diversidade de sectores e empresas dos países mais desenvolvidos do mundo, e que procura "acompanhar o desempenho de um índice constituído pelas empresas desses mesmos países", conclui. 

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido

Próximos eventos