Tags: Negócio |

Que entidades cresceram na gestão de patrimónios, em fevereiro?


2016 foi um ano de abrandamento no crescimento do segmento, mas 2017 parece estar a querer inverter o rumo. A gestão de patrimónios teve um impulso em fevereiro, crescendo 1% e aproximando-se dos 56 mil milhões de euros.

O último relatório mensal da APFIPP revela que a Caixagest continua a ser a entidade com maior volume de ativos sob gestão, mais concretamente 22.114 milhões de euros e uma quota de 39,6% de mercado. Esta foi, aliás, a entidade que mais cresceu em valores absolutos, com um incremento de 277,8 milhões de euros (1,3%).

Já em termos percentuais, o cenário revelou-se diferente, com a Dunas Capital – Gestão de Activos a registar o maior aumento, com 3,6% de avanço face ao mês anterior (0,3 milhões de euros). Em segundo lugar ficou a Santander Asset Management, que gere cerca de 3.982 milhões de euros e que cresceu 2,4% no último mês. Note-se que esta entidade foi a que registou um maior aumento percentual dos ativos geridos desde o início do ano – 3,5%, o equivalente a 136,4 milhões de euros. A fechar o top 3 das sociedades gestoras que mais cresceram em fevereiro está a Orey Financial, que gere 4,8 milhões de euros e teve uma variação positiva mensal de 1,6%. Confira na tabela abaixo as 10 entidades que assinalaram maior crescimento percentual em fevereiro.

gestaopatrimonio

De acordo com dados da CMVM, em 28 de fevereiro de 2017, os montantes geridos por estas entidades representavam 89,9% do valor total da gestão individual de ativos em Portugal.
Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido