Tags:

Que áreas reforçaram as gestoras internacionais em março


Uma revisão às principais nomeações e contratações das gestoras internacionais, até as menos badaladas, mostra-nos uma primeira imagem das áreas nas quais a indústria da gestão de ativos se está a reforçar. Assim se movimentaram as empresas estrangeiras no mês de março.

O movimento mais falado aconteceu nas últimas horas de março. A equipa de ações da Newton, filial da BNY Mellon IM, foi contratada pela boutique inglesa RWC Partners. Nick Clay, em conjunto com Andrew MacKirdy, Robert Canepa-Anson e Colin Rutter, são especialistas reconhecidos em ações com o objetivo de geração de rendimentos. Entre outros fundos, Clay e a equipa geriam o mítico BNY Mellon Global Equity Income Fund, produto com Selo FundsPeople 2020 pela dupla classificação de Favorito dos Analistas e Consistente. A transição na direção da estratégia será ordenada. Ilga Haubelt, até agora responsável de ações da Newton, assumirá a gestão principal. Além disso, Robert Hay, Paul Flood e Jon Bell vão assumir o papel de cogestores.

Outra boutique inglesa, a Liontrust, reforçou a sua equipa de gestão de fundos sustentáveis em resposta a uma importante procura pelos seus produtos ESG. A firma promoveu Chris Foster a gestor de três dos seus fundos de ações sustentáveis. Foster já fazia parte da equipa de analistas de investimento sustentável da empresa, e une-se agora a Simon Clements, gestor principal das estratégias e a Peter Michaelos, responsável de Investimento Sustentável na Liontrust. 

Por outro lado, a Columbia Threadneedle reforçou uma das suas áreas fortes. A firma britânica ampliou a sua equipa de análise de ações centrais na região EMEA com a nomeação de Anne Marie Fleurbaaij na qualidade de analista sénior de ações. Fleurbaaij tem 20 anos de experiência como analista de ações e gestora de carteiras. No seu novo cargo, vai abraçar empresas de consumo britânicas e europeias. Procede da GIC (London) Private Limited, onde dedicou 12 anos aos investimentos em ações no sector do consumo.

Como vemos, em março houve muito movimento nas gestoras britânicas. James Sym, gestor de ações europeias da Schroders durante 13 anos, foi contratado pela River & Mercantile para desenvolver uma gama de fundos de ações europeias, que será lançada previsivelmente este verão.

Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

Próximos eventos