Quão comprometidas estão as empresas na redução das suas emissões de CO2?


A Refinitiv, antiga unidade de negócio de Financial & Risk da Thomson Reuters, elaborou um relatório no qual evidencia a crescente necessidade do acesso a dados para que as empresas possam incorporar a sustentabilidade na sua estratégia de investimento. A empresa utilizou para este estudo os dados da sua ferramenta sobre investimento socialmente responsável ESG com a finalidade de compreender o que estão a fazer as empresas para reduzir o seu impacto no meio ambiente. Trata-se de uma ferramenta que contribui para parâmetros mundiais e que permite ver quais as mudanças que estão a ser realmente introduzidas dentro das empresas.

Isto é benéfico em dois sentidos: por um lado permite que as empresas aproveitem a sustentabilidade nas suas estratégias de investimento e por outro, torna-as mais atrativas aos olhos dos clientes, investidores, etc., que procuram empresas socialmente responsáveis.

O relatório evidencia que, apesar de 63% das empresas terem uma política para reduzir as emissões, apenas 35% têm objetivos específicos neste sentido. Não obstante, uma boa notícia é que nos últimos cinco anos produziu-se um aumento de 25% de empresas com políticas de eficiência da água. É uma das principais conclusões a que chega o estudo, mas há mais.

Entre elas, o Japão, a Europa, África e Médio Oriente têm uma maior percentagem de empresas que informam sobre o objetivo de emissões. A Ásia é a região com a média mais alta de emissões de CO2 por empresa. Hong Kong, por seu turno, produziu mais do dobro de CO2 por cada milhão de receitas em comparação com o país poluente mais próximo e 17 vezes mais que o país menos poluente, França.

Também se destaca o facto de que 78% das empresas têm políticas de redução de recursos, todavia, apenas 30% está a estabelecer objetivos tangíveis e apenas 26% têm ambos. Assim sendo: nos últimos cinco anos, produziu-se um aumento de 25% nas empresas com políticas de eficiência de água e 34% mais de empresas que estabelecem objetivos específicos de eficiência de água.

Os cinco principais grupos da indústria, em termos de percentagem, de empresas com políticas sobre as emissões são: automóveis e peças de automóveis, venda a retalho de alimentos e medicamentos, serviços de telecomunicações, produtos químicos e transporte.

 

 

Notícias relacionadas