Quais os fundos de obrigações com um maior volume sob gestão no final do primeiro semestre?


Depois de vermos quais foram os fundos mistos e de ações com um maior volume sob gestão no mês de julho, importa saber quais são os fundos com um maior volume gerido no segmento de obrigações. Na lista surgem sete fundos a gerirem mais de 100 milhões de euros cada um. Desses, o destaque vai para os cinco primeiros, de acordo com a base de dados da Morningstar Direct, o que configura um top cinco bastante diversificado. 

No topo da tabela surge o fundo BPI Reforma Segura PPR, da BPI Gestão de Activos. O fundo poupança reforma geria, à data de 30 de junho, cerca de 606 milhões de euros. De acordo com a ficha de produto, o fundo investe 48% da sua carteira em obrigações de taxa fixa, 36% em obrigações de taxa indexada e 16% em liquidez, sendo que investe, maioritariamente, na Alemanha, Estados Unidos e Espanha.

Atrás, a Caixagest surge com o fundo Caixagest Obrigações, com um volume de ativos a rondar os 271 milhões de euros. Segundo informações da entidade gestora, o fundo, lançado em 1993, investe 64,24% dos seus ativos no sector financeiro e 19,07% no sector não financeiro.

Exatamente a meio do nosso top 5, o fundo CA Rendimento posiciona-se com cerca de 264 milhões de euros geridos. Da responsabilidade da Crédito Agrícola Gest, o fundo é composto por um “portefólio de obrigações que representa agora, aproximadamente, 88% dos ativos do fundo, dos quais aproximadamente 65% são constituídos por obrigações de taxa variável e 23% por obrigações de taxa fixa", segundo se pode ler na ficha de produto. 

Em quarto lugar, a gestora Santander Asset Management aparece com o fundo Santander Multicrédito. Com um volume de ativos de quase 130 milhões de euros, o produto é gerido por Carmen Borondo. O produto, segundo a mesma, não verificou alterações relevantes na carteira de ativos, “destacando-se, apenas, a redução da posição no sector financeiro em 4% e reforço da posição em títulos de governo e de empresas do setor não financeiro”, de acordo com a ficha de produto”.

Por último, a fechar estes cinco maiores fundos de obrigações, está o fundo IMGA Euro Taxa Variável, da IM Gestão de Ativos. Com um volume sob gestão de, praticamente, 127 milhões de euros, o produto gerido por Duarte José investia, à data de 30 de junho, 82,9% em obrigações corporate, 12,9% em depósitos a prazo, 4,0% em obrigações do governo e 0,2% em liquidez, de acordo com informações da entidade gestora.

LOLLL

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido