Tags: Negócio |

Quais foram os fundos multiativos com captações líquidas positivas em maio?


O mês de maio trouxe ao mercado nacional mais resgates do que subscrições. De acordo com os dados publicados pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios  - APFIPP - o mês de maio teve captações líquidas negativas na ordem dos 103 milhões de euros, que transformam, o total dos primeiros cinco meses de 2016, em mais de 560 milhões de euros negativos.

A mesma tendência ‘negativa’ foi sentida em todos os segmentos dos fundos multiativos. A Associação divide os fundos multi-ativos em três segmentos, segundo a componente acionista presente na carteira. Assim, os fundos mais defensivos não investem mais de 35% em ações enquanto os equilibrados não investem acima de 65%. Já nos fundos multi-ativos agressivos o investimento em ações é de pelos menos 65% da carteira. Em maio, os três segmentos registaram captações líquidas negativas.

Englobando as três categorias, apenas cinco fundos registam captações líquidas positivas em maio. Esses cinco fundos são geridos por apenas duas entidades nacionais: a Caixagest e a Santander Asset Management.

Da Caixagest, três fundos dominam as captações líquidas entre os fundos multiativos. De acordo com a APFIPP, todos esses três fundos registaram um saldo positivo entre subscrições e resgates, com destaque para o Caixagest Seleção Global Defensivo que ficou perto dos 6 milhões de euros em captações líquidas. O fundo geria, no final de maio, mais de 31 milhões de euros, com o maior investimento em carteira a ser o produto Schroder ISF Euro Govt Bd C Acc que está sob alçada da Schroders.

Os outros dois produtos da Caixagest conseguem ter captações líquidas superiores a um milhão de euros. Com 1,5 milhões de euros vem o Caixagest Seleção Global Moderado, que no final de maio geria mais de 283 milhões de euros. Trata-se de um produtos 'super-vendas', segundo a metodologia elaborada pela Funds People. O maior ativo que tem em carteira é o fundo MS INVF Euro Corporate Bond ZD, gerido pela Morgan Stanley IM.

O outro produto é o Caixagest Seleção Global Dinâmico que registou um saldo entre subscrições e resgates de um milhão de euros. O fundo, no final do mês de maio, geria um património de quase 15 milhões com o maior produto em carteira a ser igual ao do fundo mencionado anteriormente: o MS INVF Euro Corporate Bond ZD que é gerido pela Morgan Stanley IM. Este produto da gestora internacional, segundo a metodologia da Funds People, é um fundo Consistente e também um 'super-vendas'.

Fundos da Santander AM completam lista

A lista é completa com dois produtos geridos pela Santander Asset Management: o Santander Private Moderado e ainda o Santander Private Dinâmico. O primeiro com captações líquidas de quase 700 mil euros enquanto o segundo apresentou valores bem mais residuais.

Fundos multiativos com captações líquidas positivas em maio

Fundo Gestora Categoria Captações líquidas
Caixagest Seleção Global Defensivo Caixagest Fundos Multi-Activos Defensivos 5 787 700 €
Caixagest Seleção Global Moderado Caixagest Fundos Multi-Activos Defensivos 1 507 900 €
Caixagest Seleção Global Dinâmico Caixagest Fundos Multi-Activos Equilibrados 1 001 300 €
Santander Private Moderado Santander Asset Management Fundos Multi-Activos Defensivos 678 900 €
Santander Private Dinâmico Santander Asset Management Fundos Multi-Activos Equilibrados 37 500 €

Fonte: APFIPP no final de maio

Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente