Tags: Negócio |

Quais as maiores entidades comercializadoras de OICVM estrangeiros?


O valor colocado em OICVM estrangeiros em Portugal pode dizer-se que vai de “vento em popa”. O crescimento deste montante é já de praticamente 24% quando comparado com o mesmo período do ano passado. Contas feitas, em junho de 2017 estes veículos somavam, em território nacional, quase 3.500 milhões de euros de volume gerido, segundo o que relata a CMVM no seu relatório síntese da gestão de ativos em Portugal.

Ao nível das entidades comercializadores de OICVM estrangeiros, embora seja o Banco Best o líder destacado em número de produtos que oferece, quem sobressai ao nível da quota de mercado, com um volume total de 1.020 milhões de euros, correspondentes a uma preponderância de mercado muito próxima de 30% é o Deutsche Bank AG (disponibilizando 37 OICVM estrangeiros). A entidade alemã conseguiu a este nível um aumento de 5,42 p.p  desde junho do ano passado.

O Banco Best ocupa o segundo lugar deste ranking com um valor total de 594,1 milhões de euros, correspondentes a 94 produtos, no final de junho. A quota de mercado da plataforma de fundos tem-se mantido relativamente estável no último ano, sendo em junho de 17%.

O terceiro posto é do espanhol Bankinter, que no final de junho arrecadava 566,9 milhões de euros em ativos nos OICVM estrangeiros que disponibiliza. Este montante vale-lhes uma quota de mercado de 16,2%, proveniente dos 14 veículos que disponibilizam.

Confira em baixo o valor que as restantes entidades possuem em OICVM estrangeiros:

Captura_de_ecra__2017-08-18__a_s_12

Fonte: CMVM, junho 2017
 
Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido