Tags: Negócio | Europa |

Quais as gestoras que mais venderam durante a primeira metade de 2014?


Ao contrário do que aconteceu em ocasiões anteriores - nas quais o domínio norte-americano era mais evidente – o top 25 das gestoras de fundos de investimento que mais venderam durante a primeira metade do ano reflete maior diversidade em termos de local de origem, gama de produto e estilo de investimento. Estas conclusões são refletidas no relatório a sobre indústria europeia de fundos publicado pela Lipper Thomson Reuters, que também aborda aspectos como os países líderes de vendas ou os fundos de investimento de obrigações, ações e mistos mais procurados durante este período.

O relatório oferece alguns dados que ajudam o investidor a colocar em perspetiva quem domina a quota de mercado no Velho Continente. Desta forma, detecta-se que a BlackRock, UBS Global AM, Den Norske, J.P. Morgan AM e Intesa SP – que compõem o top 5 da indústria – representam quase um quarto (23%) de todo o mercado europeu. A quota representada pelas gestoras situadas entre os lugares 6 e 15 é similar, cerca de 22%, enquanto que as gestoras que no ranking se situam entre os postos 16 e 25 controlam cerca de 15% do mercado. Ou seja, pode dizer-se que entre as 25 empresas de gestão de patrimónios que mais vendem, há um controlo de 60% de todo o mercado europeu.

O top 10 das gestoras que mais venderam na Europa

Gestora

N.º de fundos

Vendas (em milhões de euros)

BlackRock

485

19.288,1

UBS Global AM

642

11.034,1

Den Norske

83

9.346,4

J.P. Morgan AM

205

8.831,7

Intesa SP

476

7.612,8

DeAWM

791

6.584,7

Goldman Sachs Asset Management

96

6.200,2

Allianz Global Investors

410

6.080,3

Schroders

209

5.687,4

Prudential /M&G Income

117

5.285,9

Amundi

568

5.105,1

Fonte: Lipper Thomson Reuters

Outro dado interessante é que as gestoras que mais venderam nem sempre coincidem com aquelas que têm maior património. Em alguns casos sim: a BlackRock é a número um de vendas (19.288 milhões de euros no primeiro semestre) e também a número um em ativos sob gestão (358.960 milhões segundo dados de junho de 2014). A partir daqui registam-se algumas divergências: as outras quatro gestoras com maior património na Europa são o DeAWM (186.904 milhões), a UBS Global AM (162.528 milhões), Franklin Templeton Investments (128.774 milhões) e a AXA IM (118.648 milhões). Estas cinco gestoras somam 16% de todo o património da indústria europeia de fundos.

 

Empresas

Notícias relacionadas