Tags: ETF | ISR |

Quais as gestoras de ETF que são os principais atores no mundo do ISR?


Os ETF com critérios ambientais, sociais e de governo (ESG) estão a crescer. Os dados que o demonstram provêm da empresa de investigação independente ETFGI, que monitoriza globalmente os fluxos destes produtos no sistema ISR. A nível mundial, em janeiro, produziram-se entradas líquidas de 730 milhões de dólares. O total de ativos investidos em fundos passivos sustentáveis aumentou quase 10%, de 22.470 milhões de dólares no final de dezembro de 2018 para 24.710 milhões em janeiro de 2019.

019c89dbf42f4545

O relatório destaca que os produtos com sede na Europa representavam 56% dos ativos, enquanto nos Estados Unidos representavam 36%. No fim de janeiro, tinham 210 ETF classificados com critérios ESG em todo o mundo, de 61 provedores, cotados em 26 bolsas de 23 países. As entradas mais importantes registaram-se nos 20 produtos de maior tamanho. Em conjunto, arrecadaram 888 milhões em janeiro. A UBS ETF, a BlackRock (através da iShares), a Vanguard, a Invesco e a BNP Paribas AM são os principais atores no mundo dos ETF sustentáveis.

A que dentro do top 20 dos ETF sustentáveis tem mais património é a iShares (com 8 estratégias), seguida da UBS ETF (com sete). A empresa suíça é, além disso, a que comercializa o produto com mais património: o UBS ETF (LU) MSCI World Socially Responsible UCITS ETF (USD). Trata-se de um produto lançado em agosto de 2011 que está a crescer em força. Com dados de 6 de março, conta com 1.026 milhões de dólares em ativos sob gestão, o que o torna o maior ETF UCITS de ações com critérios ISR do mundo.

O seu objetivo é replicar o índice MSCI World Socially Responsible 5% Issuer Capped Index, um índice que foi criado a partir de um universo de 1.632 valores, os quais são analisados através de critérios ambientais, sociais e de governo, com o objetivo de selecionar as empresas líderes no seu setor a partir de uma perspetiva ESG.

Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente