Tags: Negócio |

PSI20: volatilidade aumenta e índice cai quase 1% no mês de maio


Depois da tendência de crescimento ao longo dos primeiros quatro meses de 2018, o PSI20 fechou o mês de maio em queda. Assim, de acordo com os dados avançados pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, o principal índice acionista nacional encerrou nos 5.468,67 pontos, menos 0,8% que no mês de abril. A volatilidade, por sua vez, subiu dos 11,03% registados em abril para os 16,05% em maio. Por outro lado, apesar deste primeiro contratempo de 2018, o índice apresenta uma valorização de 1,5% no ano e de 3,4% em comparação com o período homólogo de 2017.

Em termos de emitentes com maior representatividade no índice, a EDP é agora a entidade mais preponderante, representando 13,03%, seguida pela Galp, com 12,49%, e pela Jerónimo Martins, com 10,56%. 

Na Euronext Lisbon, o segmento acionista desceu para os 140,146,1 milhões de euros (menos 7,4% que em abril), enquanto que o segmento obrigacionista subiu até aos 142.563,9 milhões de euros (mais 3,2% que em abril). A capitalização bolsista, por seu turno, fixou-se nos 285.986,8 milhões de euros, um decréscimo de 2,3% face ao mês anterior.

Quanto ao volume das transações efetuadas na Euronext Lisbon e no mercado secundário a contado, este cresceu perto de 42% em ambos os mercados. Assim, do lado da Euronext Lisbon verificou-se um aumento mensal de 42,1% do valor das transações, que se fixou nos 2.801,7 milhões de euros. Já do lado do mercado secundário a contado, o valor ascendeu a 2.868,7 milhões de euros, o que representa um crescimento mensal de 42,4% face ao mês de abril.

Transações de títulos de dívida novamente em sentidos opostos

À semelhança do mês de abril, o volume transacionado sobre títulos de dívida no MTS Portugal voltou a decrescer, desta feita em 15,5%. Por outro lado, enquanto que as transações sobre Obrigações do Tesouro caíram 27,1%, as transações sobre Bilhetes do Tesouro subiram 2,7%.

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido