Tags: Negócio |

PSI20 fechou novembro abaixo dos 4.500 pontos


O mês de novembro trouxe, novamente, o PSI-20 para terreno negativo. Segundo os dados publicados pela CMVM, a descida no décimo-primeiro mês do ano foi de 4,2% para os 4.454,87 pontos. Em 2016 o principal índice bolsista nacional já decresceu mais de 16%. No que toca à volatilidade, esta foi de 13,86% no mês passado, em termos anualizados (desvio padrão das rentabilidades diárias), um valor mais alto do que os 12,52% registados em outubro. Em termos acumulados, o valor de janeiro a novembro de 2016 é inferior ao do mesmo período de 2015 (20,99% face aos 23,56% do ano passado).

Negociação de UPs em alta

Um dos indicadores que o regulador mostra no seu relatório, são as Transações no Mercado Secundário a Contado. Em novembro o valor atingiu os 3.147 mil milhões de euros, se juntarmos todos os mercados sob alçada da Euronext. Este valor é superior em 103% se compararmos com o mês anterior, e em termos homólogos nota-se um incremento de 27,2%.

Se olharmos para as transações de Unidades de Participação, o valor totalizou 5,3 milhões de euros, um valor maior do que o registado no mês de outubro, onde o montante transacionado foi de 2,7 milhões de euros. Já nos ETFs o valor registado não chegou a um milhão de euros, tendo sido mais baixo do que o valor atingido em outubro.

Capitalização bolsista caiu 1,6% em novembro

Se juntarmos todos os mercados da Euronext (Euronext Lisbon, EasyNext Lisbon e AlterNext Lisbon) a capitalização bolsista no final de novembro ascencia a 227.605 mil milhões de euros. Este valor é mais baixo em 1,6% se comparamos com o mês anterior e em 4,9% se compararmos com o mesmo mês do ano passado.

O valor da capitalização bolsista das UPs somava quase 330 milhões de euros no final de novembro, o que representa um valor superior em 35% face ao final de 2015. Já nos ETFs a tendência foi diferente, com o valor no mês de novembro a ser mais baixo em 11% do que o registado no final do ano passado.

O Mais Lido