Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 termina semana estável com energéticas em alta


Entre as congéneres da bolsa portuguesa, Frankfurt, Paris e Londres fecharam positivas, enquanto Madrid encerrou a recuar, com a sessão a ficar marcada, por um lado, pelos dados do PIB dos Estados Unidos,  que cresceu a ritmo anual de 2% no terceiro trimestre – a acelerar face aos três meses anteriores a sair acima do esperado pelos analistas consultados pela Bloomberg -, e, por outro, pelos resultados de empresas como Apple e Amazon, que saíram abaixo do esperado pelo mercado.

O índice de referência da bolsa portuguesa subiu ligeiros 0,01% para 5.390,91 pontos, com 11 títulos negativos, oito positivos e um inalterado, a Sonae SGPS, que fechou a cotar a 0,58%.

Entre as energéticas, que contribuíram para o fecho positivo do PSI 20, a Galp Energia subiu 0,80% para 12,66 euros, a EDP valorizou 0,77% para 2,901 euros, a Renováveis avançou 0,70% para 3,73 euros e a REN somou 0,2% para 2,0 euros.

Na área de TMT, só a Zon Multimédia concluiu a última sessão da semana em alta, com uma subida de 0,85% para 2,385 euros, enquanto Sonaecom recuou 1,85% para 1,325 euros e a Portugal Telecom desceu 0,67% para 3,859 euros.

Para o sector da banca o dia foi negativo, com BPI a desvalorizar 1,25% para 0,87 euros, Banif a descer 3,13% para 0,155 euros, o BCP a perder 2,7% para 0,072 euros, o BES a recuar 0,26% para 0,766 euros, tendo o ESFG fechado em alta de 0,02% para 5,45 euros.

A Jerónimo Martins encerrou a sessão também no ‘vermelho’, a deslizar 0,4% 13,635 euros.

O Mais Lido