Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 sobe puxado por PT e Jerónimo Martins


 

Entre as congéneres da bolsa portuguesa, Londres foi uma excepção, ao recuar ligeiros 0,04%, enquanto Madrid subiu 0,17%, Paris 0,39% e Frankfurt 0,4%, com os investidores na expectativa face à evolução e resultado das negociações entre Democratas e Republicanos sobre o próximo orçamento, e à reunião do Ecofin.

Na NYSE Euronext Lisbon, o PSI 20 valorizou 0,5% para 5.279,03 pontos, com nove títulos positivos, igual número negativos e dois inalterados, Sonae Indústria e BCP, que terminaram o dia a cotar a 0,445 euros e 0,072 euros, respectivamente.

Ainda no sector financeiro, o BES somou 1% para 0,809 euros, tendo BPI caído 0,12% para 0,816 euros, o Banif deslizado 1,6% para0,123 euros e o ESFG descido 0,38% para 5,28 euros.

Entre as acções de tecnologia e telecomunicações, a Sonaecom caiu 0,07% para 1,449 euros, enquanto a Zon Multimédia somou 2,42% para 2,71 euros e a Portugal Telecom valorizou 1,38% para 3,514 euros, estando entre os títulos que mais contribuíram para a subida do PSI 20.

Contributo significativo para o índice foi dado também pela Jerónimo Martins, que fechou em alta de 1,48% para 14,445 euros.

No sector energético, a REN subiu ligeiros 0,05% para 1,995 euros, contrariando a tendência dos outros títulos, já que a EDP deslizou 1,06% para 1,954 euros, a EDP Renováveis recuou 0,34% para 3,777 euros e a Galp Energia terminou a sessão a perder 0,04% para 11,74 euros.