Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 sobe puxado por Jerónimo Martins


 

Entre as congéneres da bolsa portuguesa, as valorizações oscilaram entre 0,95& de Londres e 1,88% de Paris, beneficiando da melhoria do indicador de sentimento económico alemão (ZEW), num dia em que empresas como a Danone subiram, com esta a anunciar resultados e uma redução nos postos de trabalho.

Na NYSE Euronext Lisbon, o PSI 20 subiu 1,02% para 6.161,01 pontos, com 16 títulos positivos, três negativos e um inalterado, a Sonae SGPS, que fechou a cotar a 0,7444 euros.

A puxar pelo índice esteve sobretudo a Jerónimo Martins, que encerrou a valorizar 3,39% para 16,17 euros.

O sector financeiro viveu uma sessão positiva, tendo BPI fechado em alta de 1,72% para 1,304 euros, o BCP a progredir 4,76% para 0,11 euros, o BES a somar 0,3% para 1,011 euros, o Banif a avançar 1,49% para 0,136 euros e o ESFG com uma subida de 0,59% para 5,259 euros.

Para os títulos da área de tecnologia e telecomunicações, o dia foi também de ganhos, com a Portugal Telecom a fechar com uma valorização de 0,08% para 3,995 euros, enquanto Sonaecom e Zon Multimédia progrediram 1,06% e 0,09%, respectivamente, para 1,525 euros e 3,503 euros.

Entre as energéticas, a Galp Energia subiu 0,51% para 11,805 euros e a Ren avançou 1,08% para 2,335 euros, tendo a EDP terminado a sessão com uma queda de 0,17% para 2,326 euros e a EDP Renováveis com uma descida de 0,43% para 3,911 euros. O outro título que terminou o dia em terreno negativo foi a Cofina, com um recuo de 0,18% para 0,559 euros.